16.02.2020 | 18h03


VARIEDADES / FRASE POLÊMICA

Usam a palavra de Deus para manter a mulher submissa, diz pastora


UNIVERSA DO UOL

O discurso de que a palavra de Deus coloca a mulher em posição de submissão ao homem sempre incomodou a pastora Odja Barros. “Argumentar dizendo ‘É bíblico’ é terrível. Impede o diálogo, é simplesmente para fechar uma postura conservadora e encerrar a conversa. Eu discuto, hoje, como especialista”, diz a pastora da Igreja Batista do Pinheiro, em Maceió.

Agora doutora em Teologia, ela concluiu sua tese estudando o feminismo sob a ótica cristã e afirma: existe um uso indevido do cristianismo para manter a mulher em papel de submissão. “Usam e abusam da palavra, dizendo que é de Deus, para tentar colocar de novo as mulheres em lugar de submissão e de inferioridade”, afirma a Universa.

A pastora Odja prepara um livro, que deve sair em abril, com achados de sua pesquisa. A ideia é ajudar a derrubar muros machistas que ainda permeiam o cristianismo. Para ela, há um uso indevido da Bíblia como “instrumento de legitimação de um projeto de poder.” “Grupos privilegiados desejam retomar com força a supremacia machista, branca e de classe média”, diz, citando que Jesus Cristo foi um dos maiores defensores da causa feminista.

 

(…)











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO