21.08.2019 | 09h23


"COLOCOU MAMILOS NA MINHA BOCA"

Terapeuta de abraço é acusada de abuso sexual por cliente

A mulher, que não teve a identidade revelada, gastava o equivalente a R$ 325 por sessão para se tratar de um trauma sexual com Susanne



Uma terapeuta de abraço está sendo acusada por uma cliente de abuso sexual. De acordo com o processo, Susanne Woodward "deixou um dos seus mamilos na boca da cliente por cinco minutos".

A mulher, que não teve a identidade revelada, gastava o equivalente a R$ 325 por sessão para se tratar de um trauma sexual com Susanne em consultório em Phoenix (Arizona, EUA).

"Ela disse que poderia me ajudar a superar o trauma e encontrar a minha voz", disse a cliente, de acordo com o processo. "Ela afirmou que as sessões não seriam sexuais e que estaríamos de roupa todo o tempo", acrescentou.

A cliente revelou ter dito a Susanne que sempre desejara ter a sua roupa tirada por outra mulher.

Na quarta sessão, Susanne disse à cliente que ela deveria "deixar os seus limites do lado de fora do consultório". As duas, então, removeram as suas camisas, de acordo com reportagem do "Sun".

"Ela (Susanne) me disse para sugar o seu mamilo", relatou a cliente. Segundo ela, o ato "nutriria de energia o corpo da cliente por meio dos seios da terapeuta".

Ao fim da sessão, Susanne disse que daria "mais cinco minutos grátis" para a cliente.

A terapeuta disse que tudo o que aconteceu no consultório foi consentido e que o primeiro contato com o seu seio partiu da cliente, que alega ter sido conduzida a fazer algo que não desejava. Porém Susanne reconheceu que deveria ter rechaçado a "investida da cliente".

Susanne, que tem registro como massoterapeuta, fechou o consultório em julho.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER