07.06.2019 | 14h44


TENTATIVA DE INVASÃO

Suspeito dorme em cima de muro após ficar preso em cerca

Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado por moradores do condomínio, que achavam que o invasor estava morto.



Um homem ficou preso em uma cerca elétrica e acabou dormindo em cima do muro, após tentar invadir um prédio na manhã desta sexta-feira (7), na Rua Irapuã, Barra do Ceará, em Fortaleza. O Corpo de Bombeiros do Ceará foi acionado por moradores que achavam que o homem estava morto e, ao chegar no local, encontrou ele sem ferimentos.

Segundo alguns moradores da região, o homem estava aparentemente desorientado e achou que estava sendo perseguido. Ele disse que, para se proteger, entrou em uma casa e depois tentou invadir o prédio.

Imobilizado na cerca

 

Contudo, ao tentar pular para o condomínio, o homem ficou preso na cerca elétrica. A cerca estava desligada e ele não sofreu nenhum ferimento. Após ficar preso na cerca, o homem ficou em cima do muro e acabou dormindo com os braços e a pena para baixo.

Os moradores do prédio acharam que ele estava morto, já que ele estava totalmente imobilizado na cerca elétrica. Os bombeiros foram até o local para retirar o homem da cerca.

Durante o resgate, ele acordou e não apresentou nenhum sinal de que poderia ter sido eletrocutado. Os bombeiros constataram que o invasor estava apenas dormindo no muro.

Após o resgate, o homem foi conduzido para prestar esclarecimento sobre a tentativa de invasão em uma delegacia da área. A identificação do homem não foi informada pela polícia.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER