09.04.2020 | 15h23


VARIEDADES / BOA NOTÍCIA

Quase 350 mil pessoas já se recuperaram da covid-19 no mundo

O Brasil aparece em 52º lugar no ranking, com 173 curados até agora.



Quase 350 mil pessoas – mais precisamente 344,4 mil – já se recuperaram da covid-19 no mundo.

É o que mostra o levantamento atualizado na tarde desta quinta, 9 e exibido no site da Universidade Johns Hopkins, nos EUA.

Entre os países com o maior número de recuperados estão China, Espanha, Alemanha, Irã e Itália.

Veja o ranking dos 10 países com mais recuperados até agora:

  1. China – 77,6 mil
  2. Espanha – 52,1 mil
  3. Alemanha – 46,3 mil
  4. Irã – 32,3 mil
  5. Itália – 28,4 mil
  6. EUA – 24,7 mil
  7. França – 21,4 mil
  8. Suíça – 10,6 mil
  9. Coreia do Sul – 6,9 mil
  10. Áustria – 5,2 mil

O Brasil aparece em 52º lugar no ranking, com 173 curados até agora.

Casos confirmados

O levantamento da Universidade Johns Hopkins mostra que o número de pessoas no mundo que pegaram coronavírus já passa encosta em 1,5 milhão – exatos 1.447 milhão até agora.

Os EUA apresentam o maior número de casos: 363,8 mil pessoas.

Em seguida vem a Espanha com 152,4 mil, Itália com 143,6 mil e Alemanha com 114, 2 mil infectados.

Mortes

Mais de 91,7 mil pessoas já morreram de coronavírus no planeta.

A Itália lidera com 18,2 mil mortos, seguida da Espanha com 15,2 e França com 10,8 mil falecidos.

O Brasil tem 16,4 mil casos confirmados. O número de mortos no nosso país até agora é de 839.

Cuide-se

Por isso, cuide-se. Não é pra gente baixar a guarda neste momento.

Evite aglomerações, se precisar sair de casa use máscara e lave as mãos de hora em hora (se não tiver água e sabão, use álcool em gel).

Quando voltar para casa, higienize os sapatos na porta, entre descalço, tome banho e troque de roupa. Tudo isso para proteger sua família e a gente conseguir vencer esse inimigo invisível.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO