24.01.2020 | 17h55


QUE PERIGO!

Passageira viaja no teto de ônibus; veja vídeo

Mulher abriu o alçapão e viajou e atravessou um túnel na parte superior do coletivo.



Rio - Um vídeo que circula nas redes sociais mostra uma mulher pendurada no teto do BRT, na Zona Oeste do Rio. A passageira utilizou a saída de ar do coletivo para ficar com metade do corpo para fora do ônibus. Nas imagens é possível ver o articulado atravessando o túnel enquanto ela permanece viajando na parte superior.

O consórcio BRT informou que está ciente da situação e que a ação é caracterizada como vandalismo. Segundo a empresa, a atitude da passageira colocou sua vida e a dos demais usuários em risco. Ainda segundo a concessionária, ao ser flagrado o comportamento indevido, o motorista do BRT aciona o monitoramento do Centro de Controle para que o setor de segurança adote as medidas cabíveis.

A empresa destacou ainda que para subir no articulado, o alçapão teve que ser quebrado. Após o evento, o procedimento é recolher o articulado e levá-lo para a garagem, para passar por reparos.

or conta do vandalismo os veículos são tirados de circulação para manutenção, o que prejudica os passageiros do dia a dia, segundo o BRT. O Consórcio detalhou que uma porta quebrada pode tirar um ônibus de circulação por um dia, se for um vidro quebrado, por exemplo, ou até cinco dias, se for afetado o mecanismo.

Um articulado carrega em média 180 pessoas e faz também em média 7 viagens por dia, são mais de 1.200 pessoas que lotam outros coletivos, a cada dia que esse articulado estiver na garagem em manutenção, destacou a empresa. 

Falta de ar-condicionado em articulados

A abertura das saídas de ar dentro do articulados também são ligadas ao mal funcionamento de alguns equipamentos de ar-condicionado nos coletivos. A equipe do BRT informou que ao verificarem o mau funcionamento dos aparelhos, os passageiros devem anotar o número de ordem do articulado. Os usuários podem informar sobre o problema por meio dos canais de atendimento, como as redes sociais ou no Fale Ônibus.  

O consórcio também informou que é preciso ressaltar que portas e alçapões não devem ser vandalizados para que o ar-condicionado possa funcionar plenamente. Com portas e alçapões danificados e abertos não é possível garantir a refrigeração dos veículos.

A empresa lembrou ainda a trepidação devido às péssimas condições da pista também afetam o equipamento.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO