16.08.2019 | 10h38


CUIDADO REDOBRADO

Mulher descobre que espinha acima do lábio era um câncer

De acordo com norte-americana, lesão apareceu de um dia para o outro e persistiu por meses



O que a norte-americana Tracy French achava ser uma espinha em seu rosto era, na verdade, um câncer de pele. Ela só descobriu a doença após ficar meses com uma mancha vermelha e escamosa perto do lábio superior.

De acordo com French, a biopsia da lesão indicou um carcinoma de células escamosas, que é a segunda forma mais comum de câncer de pele. Ela precisou passar por uma cirurgia para remover a área afetada acima do lábio e agora está compartilhando sua história com a intenção de fazer um alerta para os sinais da doença.

“Consulte o seu dermatologista e verifique todo o seu corpo porque as coisas podem aparecer da noite para o dia”, comentou French.

Câncer de pele

Câncer de pele é o tipo mais frequente no Brasil e no mundo e, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), é mais frequente em adultos brancos.

O melanoma pode aparecer em qualquer parte do corpo, na pele ou mucosas, em forma de mancha vermelha, escamosa ou como uma ferida aberta. Na maioria das vezes, esse tipo de câncer se forma na cabeça, pescoço e costas das mãos – áreas que são freqüentemente expostas ao sol.

Tipos de câncer de pele

O câncer de pele pode ser classificado de duas formas:

Câncer de pele melanoma: tem origem nas células produtoras da melanina, substância que determina a cor da pele, e é mais frequente em adultos brancos;

Câncer de pele não melanoma: mais frequente no Brasil, responsável por 30% de todos os casos de tumores malignos registrados no País

Sinais e sintomas

Manchas ou sardas podem ser um sinal de câncer de pele, e é por isso que é tão importante consultar seu médico ao notar qualquer alteração incomum ou persistente.

A manifestação da doença na pele normal se dá após o aparecimento de uma pinta escura de bordas irregulares acompanhada de coceira e descamação.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER