15.07.2020 | 09h51


VARIEDADES / PLANETA BIZARRO

Médico remove parasita vivo de amídala de paciente

A paciente, atendida em hospital de Tóquio (Japão), disse ao médico que o incômodo havia começado após ter comido sashimi



Uma mulher, de 25 anos, que estava com a "garganta irritada" teve uma surpresa ao ouvir o diagnóstico: havia um verme em uma das suas amídalas. Vivo.

A paciente, atendida em hospital de Tóquio (Japão), disse ao médico que o incômodo havia começado após ter comido sashimi, segundo estudo do caso raro publicado na edição de julho da revista "The American Society of Tropical Medicine and Hygiene".

O parasita de 3,8 centímetros de comprimento se movia na amídala esquerda. Ele foi removido com a ajuda de pinças.

Exame de DNA revelou que se trata de uma larva de Pseudoterranova azaras, que costuma ser associado ao consumo de alimentos marinhos crus.

Há relatos de casos semelhantes no Japão, em países do Pacífico Norte, na América do Sul e na Holanda.

O exame de sangue da paciente deu normal. Os sintomas apresentados rapidamente desapareceram com a retirada do parasita.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO