19.08.2019 | 15h39


FEZ ATÉ TRANSPLANTE

Mãe faz com que filho saudável passe por 13 cirurgias e 300 visitas ao hospital

Kaylene Bowen sofre da síndrome de Munchausen, que é um transtorno mental.



É muito normal as mães fiquem preocupadas com alguns sintomas que os filhos podem apresentar, mas dificilmente vão querer que a criança passe por procedimentos médicos desnecessários. Esse não é o caso de Kaylene Bowen, que fez com que o filho, Christopher, fizesse mais de 300 visitas ao hospital e passasse até por um transplante.

Isso mesmo, Kaylene é mãe de um menino extremamente saudável, mas por conta de um transtorno psicológico fazia com que o garoto fosse ao médico e dizia aos doutores que ele estava sentindo sintomas que poderiam caracterizar câncer e doenças crônicas.

O pai do Christopher ficou anos na justiça lutando pela guarda da criança. Ele dizia que o filho estava bem e que a ex-esposa estava com problemas, mas não era ouvido. A situação só foi mudar depois que uma equipe médica do Texas começou a desconfiar das atitudes de Kaylene.

Os médicos de Dallas fizeram baterias de exames no menino e descobriram que ele não tinha as doenças citadas pela mãe. Foi então que em 2017, o conselho tutelar agiu e fez com que Ryan Crawford, pai de Christopher, fosse o único responsável por ele.

Mas todo esse caso teve uma reviravolta na última semana, quando Kaylene se declarou culpada por fazer com que o filho passasse por 323 visitas médicas sem necessidade. Segundo o Fort Worth Star-Telegram, a mulher sofre da síndrome de Munchausen por procuração.

A doença faz os pais fazerem com que a criança pareça doente, mas isso tudo apenas para chamar a atenção para si. E infelizmente, por conta disso, Christopher foi submetido a 13 cirurgias em um período que vai de 2009 a 2016.

Ryan falou como se sentiu ao descobrir que Kaylene tinha confessado tudo e que será julgada em outubro e poderá cumprir até 20 anos de prisão de acordo com o Star-Telegram. “Estou feliz por ela ter decidido fazer a coisa certa. Eventualmente, as mentiras tiveram que parar. Agora é hora de seguir em frente e garantir que nenhuma criança sofra o abuso que meu filho sofreu”.

Síndrome de Munchausen

A Síndrome de Münchausen por Procuração (SMPP) é um transtorno mental reconhecido pelos médicos. De acordo com a BBC, o problema também é chamado de transtorno factício imposto a outros e foi identificado pela primeira vez em 1977 por Roy Meadow, pediatra britânico.

Nesta doença a pessoa inventa e faz parecer que alguém que esteja sob seus cuidados, geralmente uma criança, tenha alguma doença. Tudo para chamar atenção para si próprio. A atitude também é considerada abuso infantil. O transtorno pode gerar não só intervenções médicas, mas também pode trazer problemas emocionais para a criança.

Segundo a BBC, é um transtorno raro, mas pode passar desapercebido pela equipe médica por muito tempo. Aqueles que sofrem com a doença podem chegar a injetar líquidos prejudiciais nos filhos, como sangue ou fezes, para provocar sintomas e submeter fazer a criança passar por procedimentos cirúrgicos e exames.

Um estudo de 2000 citado pelo NHS (um serviço de saúde pública do Reino Unido) chegou a estimativa de 89 casos da síndrome a cada 100 mil habitantes durante uma pesquisa de dois anos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER