21.05.2020 | 09h51


VARIEDADES / SAÚDE E BEM ESTAR

Leite materno pode servir para tratamento da Covid-19, sugere estudo

Pesquisa preliminar revelou que amostras recolhidas de mulheres recuperadas da doença apresentaram boa resposta imunológica em laboratório



Depois de um estudo feito no Hospital Presbiteriano Allen, em Nova York, indicar que a maioria das gestantes não apresenta sintomas da Covid-19, um novo grupo de pesquisadores dos Estados Unidos aponta que o leite materno de mulheres infectadas pelo novo coronavírus tem forte resposta imunológica contra o Sars-CoV-2.

A descoberta foi feita a partir da comparação entre amostras de leite de dois grupos: 10 mulheres que doaram o líquido antes do início da pandemia e 15 mulheres que testaram positivo para a infecção provocada pelo novo vírus. Analisado em laboratório, o leite das mulheres infectadas apresentou grande quantidade de IgA secretória – um tipo de imunoglobolina (anticorpo) que protege os tecidos respiratórios.

Das amostras doadas pelas mães infectadas, 80% apresentaram reação de Imunoglobulina A (IgA) e todas registraram resposta de anticorpo secretório quando colocadas em contato com o coronavírus em laboratório.

O trabalho dos pesquisadores do Departamento de Infectologia da Escola de Medicina Icahn do Monte Sinai, em Nova York, e do Departamento de Psicologia da Universidade da Califórnia, em Merced, ainda não foi revisado por pares, mas sugere que o leite materno pode servir de base para o desenvolvimento de tratamentos contra a Covid-19.

“É um estudo preliminar, mas os resultados indicam a presença de anticorpos eficientes justamente na proteção dos tecidos atacados pelo vírus para provocar a infecção”, explica a infectologista Ana Helena Gremoglio, do Hospital Brasília.

No Brasil, uma pesquisa parecida será realizada por cientistas de diferentes instituições: Santa Casa de São Paulo, Hospital Albert Einstein e Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (ICB/USP).











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO