alexametrics
16.03.2011 | 17h11


VARIEDADES

Indústria de chocolates espera crescer 10% na Páscoa

R7 16H11

Terceira maior produtora mundial de chocolates, a indústria brasileira aposta que as vendas na Páscoa deste ano terão um crescimento 10%, na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo presidente da Abicab (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), Getúlio Ursolino Neto.

- Em 2010, foram produzidos e consumidos 530 mil toneladas de chocolates, e vamos aumentar a produção.

Entre as vedetes da indústria estão chocolates feitos com ingredientes nobres, como castanhas e trufas, além de formatos inusitados, como ovos retangulares e bombons gigantes.

Outro truque de vendas é atrair a garotada com todos os tipos de brinquedos que possam ser colocados dentro de um chocolate.

Trabalho temporário para a Páscoa aumenta em 10,5%

Programe-se para viajar no o feriadão da Páscoa

De acordo com Mariana Perota, gerente de Páscoa da Kraft Foods, gigante que detém, entre outras, a marca Lacta, nesta época, a fábrica já contratou 1.100 pessoas, e mais de 6.000 vagas foram abertas para vendas.

- Em 2010, ganhamos 10 milhões de novos consumidores, um crescimento muito grande, mas ainda temos muito a crescer.

Ela acrescenta que, hoje, cada brasileiro consome em média 1,3 kg de chocolate ao ano, segundo o instituto de pesquisas Euromonitor. Mariana, que acha o número baixo, ainda lança um comparativo.

- Em países próximos, como o Chile, o consumo atinge 3,1 kg per capita, e o campeão de consumo é a Inglaterra, com 12 kg por pessoa, ao ano.

Para André Barros, gerente-geral de marketing da Garoto, as duas maiores apostas de crescimento da marca no Brasil é na região Nordeste e de produtos para a classe C.

- Vamos crescer até 8% no Nordeste. Também vemos o aumento da venda de ovos menores e mais baratos, para o público C e para quem quer comprar chocolate antes da Páscoa.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime