14.06.2012 | 08h57


VARIEDADES / CORAGEM

Grávida do DF faz próprio parto com orientação de médico por celular

Desde janeiro, foram 20 casos de parto realizados em casa, calcula Samu



Uma grávida de 20 anos fez o próprio parto nesta quarta-feira (13), em Ceilândia, no Distrito Federal, recebendo orientações de um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) pelo celular, conta reportagem do DFTV 2ª edição.


Poliana Santana estava sozinha em casa quando entrou em trabalho de parto. Uma vizinha fez o contato com o serviço de obstetrícia do Samu. O médico ligou para o celular da gestante e, como não havia mais tempo para a ambulância chegar, ele passou a orientá-la.


De acordo com o médico que passou as orientações, Fernando Natal, o bebê, uma menina, demorou alguns segundos para chorar. “Com as orientações que eu fui passando, ela começou a chorar. Foi um momento muito emocionante ouvir o chorinho pelo telefone”, disse.


O marido de Poliane disse que estava no trabalho quando foi comunicado do parto. Ele chegou em casa encontrou o bebê. “ Foi um susto muito grande, mas eu fiquei mais tranquilo quando vi que ela e o bebê estavam bem”, disse.


A menina, que nasceu com 1,5 kg e foi levada para a incubadora do Hospital Materno Infantil de Brasília (Hmib) para ganhar mais peso, recebeu o nome de Lívia. Segundo os médicos, o estado dela é bom.


Segundo o Samu, desde janeiro até esta quarta-feira, foram 20 casos de parto realizados em casa porque não houve tempo do socorro chegar. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência calcula que 67% das grávidas que acionam o serviço já estão em trabalho de parto. São 300 atendimentos desse tipo por mês.


Outros casos

No início de junho, uma mulher deu à luz dentro do banheiro da casa dela em Vicente Pires. O atendimento do Samu chegou uma hora e meia depois. Uma estudante ajudou no parto. 


No Recanto das Emas, o parto foi dentro da viatura da Polícia Militar que levava a grávida para o hospital.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO