15.08.2019 | 15h49


MUNDO DOS FAMOSOS

Globo dispensa Bianca Bin após atriz recusar papel em A Dona do Pedaço

A emissora decidiu não renovar contrato com a atriz após ela criar dificuldades para interpretar a personagem Josiane de de A Dona do Pedaço



Estrela de primeira grandeza das novelas da Globo, Bianca Bin não faz mais parte de seu elenco fixo. A emissora decidiu não renovar contrato com a atriz após ela criar dificuldades para interpretar a personagem Josiane de de A Dona do Pedaço. Após dez anos na casa, Bianca agora só vai trabalhar para a Globo por obra certa. Segundo sua assessoria, ela quer descansar a imagem na TV.

Foi por isso que a intérprete da Clara de O Outro Lado do Paraíso (2017) pôde dizer "não" para a Globo pela segunda vez em menos de um ano. Na semana passada, ela foi descartada de Salve-se Quem Puder porque não conseguiu conciliar compromissos já assumidos com o cinema e o teatro com a rotina de gravações de uma protagonista de novela das sete. Ela foi substituída às pressas por Vitória Strada, que já estava escalada para a próxima edição da Dança dos Famos.

Bianca estava na Globo desde 2009. Na oficina de atores da emissora, foi selecionada para protagonizar a temporada daquele ano de Malhação. Depois disso, emplacou outras cinco protagonistas: Cordel Encantado, em 2011; Joia Rara, em 2013; Boogie Oogie, em 2014; Eta Mundo Bom!, em 2016; e O Outro Lado do Paraíso. Em dez anos, fez apenas duas coadjuvantes: a Fátima de Passione (2010) e a Carolina de Guerra dos Sexos (2012).

O humor da Globo com a atriz mudou no fim do ano passado. Bianca já estava certa no elenco de A Dona do Pedaço, em que contracenaria com o marido, Sérgio Guizé, e a ex dele, Nathalia Dill. Ela, no entanto, exigiu gravar somente dois dias por semana. O tempo seria insuficiente para uma personagem central como a vilã Josiane, que tem sequências em todos os capítulos. Além disso, Bianca receberia um tratamento de estrela que a Globo não está mais disposta a conceder nem para Susana Vieira.

A emissora, que passa por uma transformação em que antigos valores estão sendo revistos, decidiu não renovar com Bianca, mesmo correndo o risco de ver a atriz numa concorrente, como a Record ou a Netflix. Seu contrato para atuar na substituta de Bom Sucesso já seria por obra certa, duraria cerca de um ano.

O Notícias da TV apurou que Bianca, mesmo fora do elenco fixo da Globo, se esforçou para fazer Salve-se Quem Puder. Chegou a mudar alguns compromisso.Mas, há três semanas, a Globo alterou o cronograma da novela, incluindo uma viagem a Cancun, e ficou inviável sua participação na trama. Contratos por obra certa, para atrizes do calibre de Bianca Bin, viraram tendência na Globo.

A emissora já não tolera mais profissionais que recusam papéis e cumprem a maior parte de seus contratos fora do ar. Nos últimos anos, se desfez de várias ex-protagonistas de novelas, como Malu Mader, Maitê Proença, Carolina Ferraz e Fernanda Vasconcellos.

A maioria dos atores prefere contratos de longo prazo. Para uma minoria, no entanto, o modelo de obra certa é mais interessante. São os casos, por exemplo, de Rodrigo Santoro, Wagner Moura, Caio Castro, Marco Pigossi e Maria Casadevall, entre outros. Eles têm mais liberdade para aceitar trabalhos no cinema e no teatro, que dão prestígio, ou na Netflix, que oferece uma janela global.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Enquete

ABUSO DE AUTORIDADE

Você concorda com aprovação da Lei para punir juízes?

Concordo: MP e Juízes erram muito e prejudicam pessoas de bem

Não concordo. A aprovação da lei é que é um abuso

Bolsonaro deveria vetar a lei

Bolsonaro deve sancionar a lei

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER