25.05.2020 | 07h53


VARIEDADES / SAÚDE E BEM ESTAR

Fazer exercício diminui a insulina no organismo e previne diabetes

A insulina aumenta a produção de ácidos graxos pelo fígado e favorece o acúmulo de gordura



insulina é um hormônio lipogênico, isto é, ajuda tanto na formação quanto na inibição da quebra de gordura. Quando está alta, resulta em obesidade, pré-diabetes, diabetes, problemas no fígado, alteração da pressão, dificuldade para dormir, elevação do risco de infarto, derrame e câncer.

Ela também aumenta a produção de ácidos graxos pelo fígado e favorece o acúmulo de gordura. E você, como consequência, ganha peso, principalmente na região abdominal.

Pessoas com resistência à insulina, com risco de diabetes tipo 2 e síndrome dos ovários policísticos podem se beneficiar e muito com dieta orientada por nutricionista com redução dos carboidratos simples e de baixo índice glicêmico, porque não estimula picos de insulina.

Para melhorar a quantidade de insulina no organismo, é fundamental adotar hábitos alimentares saudáveis e fazer exercícios que ativem seus músculos, melhorando a sensibilidade à insulina.

Quando você muda hábitos, muda também toda a sua bioquímica. Ajuda, inclusive, os hormônios a atuarem ao seu favor. Seu corpo começa a trabalhar corretamente e funciona melhor!











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO