15.05.2019 | 09h33


MUNDO

Empregada é amarrada a árvore como punição aplicada pelos patrões

O "pecado" cometido por Lovely Acosta Baruelo, de 26 anos, foi ter deixado do lado de fora da casa um móvel caro.



Uma empregada filipina foi amarrada a uma árvore no quintal de uma casa em Riad (Arábia Saudita) como punição aplicada pelos patrões sauditas.

O "pecado" cometido por Lovely Acosta Baruelo, de 26 anos, foi ter deixado do lado de fora da casa um móvel caro. A ideia era mostrar à filipina o que o sol é capaz de fazer ao que é exposto a ele.

A punição foi registrada por outra filipina que trabalha como empregada no mesmo condomínio, de acordo com o "Metro".

Lovely não trabalha mais na casa.

"Obrigado a todos que me ajudaram", disse a filipina, acrescentando esperar que os patrões paguem por "todas as coisas erradas que fizeram".











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER