12.10.2019 | 07h55


MELHOR AMIGO

Cão acorda dono durante incêndio em casa e salva sua vida

“Dentro de um minuto ou dois, esse fogo envolveu completamente o teto no sótão. Estamos muito agradecidos. ”



Brian Rand, de Beaufort, na Carolina do Sul, EUA escapou de um incêndio e teve a vida salva pelo próprio cão.

Brian foi cutucado no meio da noite por Curly, um filhote de labrador.

“Eu tive muita sorte”, disse Rand.

“Dentro de um minuto ou dois, esse fogo envolveu completamente o teto no sótão. Estamos muito agradecidos. ”

Rand, um veterano do Vietnã, explicou que foi para a cama no domingo à noite mas, tinha uma consulta logo cedo e colocou o celular pra despertar.

Ele disse que às vezes deixa o celular em outro quarto para que Curly o acorde.

“Ele entra e começa a tentar me acordar, me cutuca com o nariz, então eu abro os olhos e penso: ‘Oh, o alarme deve estar disparando’”, lembrou Rand. Mas eram ainda 12h58, então eu disse: ‘O que você está fazendo?’”

Confuso, Rand entrou no corredor e notou uma fumaça pesada enchendo a casa.

“Entrei na sala de estar e pude ver as cortinas pegando fogo, então virei fui pra fora  e liguei para o 911”, disse ele.

Os bombeiros estavam lá em questão de minutos e resgataram com sucesso algumas de suas medalhas e recordações militares , mas a casa foi perdida.

“Dentro de alguns minutos, a fumaça estaria em toda parte, mesmo que as portas estivessem fechadas”, disse Rand. “Eu não teria acordado.”

Rand disse que não tinha ideia de onde Curly aprendeu as habilidades que salvariam sua vida.

Rand nunca imaginou que Curly não ia adotar Curly.

Ele disse que havia acabado de se mudar para a área há três anos, quando um dia ficou frustrado com o tráfego e parou num abrigo de animais.

Rand começou a conversar com alguém que trabalhava lá quando o incentivou a levar um cão, só que Brian pensou numa cadela.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER