21.07.2019 | 08h36


TRAGÉDIA NA MÚSICA

Batida de frente entre carro e carreta mata vocalista e músico de banda; 2 ficam gravemente ferido

Guilherme Bastos, de 22 anos, e Bruno Stanzani, de 20 anos, integrantes da banda morreram na hora.



Os acidentes envolvendo cantores estão ficando cada vez mais comum serem noticiados aqui pelo TV Foco. Nos últimos dias, desde a terrível morte de Gabriel Diniz em um grave acidente de avião, foram noticiados tristes histórias de perdas e muito delas com músicos jovens. O mais recente deles ocorreu neste sábado, 20 de julho, com uma famosa banda em ascensão no universo sertanejo deixando um total de dois mortos.

O carro que trazia os quatro integrantes da banda Stillo Universitário, da cidade de Ibitinga, voltava de um show em Bauru quando chocou-se de frente com uma carreta repleta de toras de madeira. O vocalista Guilherme Bastos, de 22 anos, e Bruno Stanzani, de 20 anos, estavam nos bancos da frente e não resistiram ao gravíssimo acidente. Eles morreram no local da batida.

 

Os outros dois integrantes ficaram gravemente feridos e foram levados às pressas para o hospital. O baterista Geovane Cézar, de 22 anos, estava no banco de trás e foi levado para a UTI da Santa Casa de Ibitinga. O sanfoneiro da banda Rafael Stanzani, de 22 anos, irmão de Bruno, um dos rapazes que morreu, teve ferimentos leves e foi encaminhado consciente para a Santa Casa de Iacanga. A tragédia teve uma enorme repercussão. 

Vale lembrar que há algumas semanas noticiamos uma morte de uma cantor sertanejo em um acidente muito parecido com o da banda. Ramon Struck, em início de carreira, voltava de um show quando seu carro colidiu de frente com uma carreta. O rapaz em questão tinha apenas 22 anos e era uma das promessas do mundo da música de sua cidade.

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO