19.06.2019 | 08h32


"BOCA LINDA"

Bandido 'canta' vítima após clonar WhatsApp e aplicar golpe

Golpista chegou a mandar 'cantada' a uma das vítimas e aconselhar que elas tentassem explicar ao banco o ocorrido para ter o dinheiro de volta.



Um empresário, de 40 anos, teve o celular clonado e três amigos dele, moradores de São Vicente, no litoral de São Paulo, caíram em um golpe aplicado pelo WhatsApp. Anderson Nascimento explica que recebeu uma ligação que supostamente seria de Los Angeles e foi hackeado. Amigos transferiram dinheiro acreditando ser ele e depois descobriram que se tratava de um golpe. Segundo apurado pelo G1, uma das vítimas chegou a receber cantadas do bandido.

De acordo com o empresário, na tarde desta segunda-feira (18), ele recebeu uma ligação que aparentava ser de Los Angeles. "Atendi apenas na segunda vez. Fiquei 20 segundos falando alô e ninguém respondia, então desliguei. Depois de 10 minutos vários amigos me ligaram perguntando se estava tudo bem e se eu precisava de alguma ajuda, já que estava pedindo dinheiro", diz.

Segundo conta Nascimento, nesse momento ele alertou os amigos que se tratava de um golpe, e chegou a fazer uma postagem nas redes sociais para alertar todos seus contatos. Após clonar o aparelho, o criminoso pediu dinheiro emprestado para amigos ou parentes se passando pelo dono do celular e três pessoas realizaram depósito e transferência ao golpista.

“Eu estou desesperado, não sei o que fazer. Precisamos conscientizar as pessoas para que não ninguém mais passe por isso, é uma situação muito grave. Mandei mensagem pedindo que ele parasse de usar meu WhatsApp e ele afirmou que também tem família e precisa roubar ”, conta o empresário.

Golpe

Três amigos do empresário caíram no golpe do WhatsApp. Uma das vítimas, Libia de Andrade, de 37 anos, realizou uma transferência de R$ 1,7 mil ao golpista. "Estou arrasada e muito mal. Trabalhamos duro para um cara assim levar o nosso dinheiro embora", relata.

O sócio de Nascimento também depositou a quantia de R$ 800 e uma outra amiga do empresário realizou um depósito de R$ 1,3 mil. Para ela, o golpista até afirmou que devolveria o dinheiro pessoalmente e enviou 'cantadas', a elogiando.

Além disso, ele chegou a enviar áudios para as vítimas 'aconselhando' que elas explicassem ao banco que clicaram em um link por SMS e foram hackeados, perdendo o dinheiro. Assim, de acordo com ele, as agências bancárias poderiam devolver a quantia depositada.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER