10.12.2019 | 14h10


DESCRIÇÃO NO TWITTER

Após fala de Bolsonaro, Greta adota 'pirralha

Bolsonaro chamou Greta de 'pirralha' ao ser questionado por jornalistas sobre as mortes de indígenas Guajajara, no Maranhão.



A ativista sueca Greta Thunberg mudou na manhã desta terça-feira (10) a sua descrição biográfica no Twitter para "Pirralha" após declaração do presidente Jair Bolsonaro.

Bolsonaro se referiu à Greta como "pirralha" quando foi questionado por jornalistas, nesta terça, se estava preocupado com as mortes de dois indígenas da etnia Guajajara em um atentado ocorrido no sábado (7) no Maranhão. 

"A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí, pirralha" – Jair Bolsonaro, presidente do Brasil.

Em seguida, Bolsonaro afirmou que "qualquer morte preocupa" e que seu governo deseja "cumprir a lei", posicionando-se contra desmatamento e queimadas ilegais.

No mesmo dia das mortes, Greta compartilhou um vídeo nas redes sociais sobre o crime e escreveu que os indígenas estavam sendo assassinados ao tentarem proteger a floresta do desmatamento ilegal.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO