21.01.2011 | 11h17


POLÍCIA

Vigilância apreende 600kg de carne irregular no Modelo IGA

DA REDAÇÃO

A Delegacia Especializada Defesa do Consumidor junto com a Vigilância Sanitária do município de Várzea Grande realizaram nesta quinta-feira (20) a apreensão de mais de 600 quilos de carnes, no Supermercado Modelo, do município. A fiscalização acontece em vários pontos da cidade em cumprimento de determinação do Ministério Público Estadual.

Foram apreendidos 148 quilos e 400 gramas de carne bovina imprópria para o consumo humano, 44,4 quilos frango descongelado, 32 quilos de fígado bovino descongelado, 60,8 quilos de carne salgada sem registro no estoque, 10 quilos de carne moída em estoque, 40 quilos de coxas, 11 asas de frango e mais de 15 quilos de peito de frango descongelados, 225 quilos de linguiça, salames e charques sem registro no município. Também foram apreendidos queixos, presuntos, iogurtes, mandiocas e outros produtos acondicionados de forma irregular, quebrados ou danificados.

De acordo com a Vigilância, os produtos estavam mal acondicionados e em desacordo com a legislação. Com base no artigo 7º, IX, da Lei 8.137/1990, que trata dos crimes contra a relação de consumo e do Artigo 18, que se refere ao uso e consumo de produtos fora do prazo de validade, deteriorados, alterados, adulterados, em desacordo com as normas regulares de fabricação, a Delegacia do Consumidor abrirá inquérito policial.

Outro lado

O Supermercado Modelo informou, por meio de nota oficial, que foram apreendidas carnes secas com argumento de inexistência de autorização da vigilância sanitária para a comercialização dos produtos, porém foi apresentado aos fiscais a autorização da vigilância sanitária municipal para a comercialização. O problema é que o servidor não considerou válido o documento.

As demais mercadorias estavam armazenadas na área de descarte, identificadas como tal. O material estava ainda isolado, mas os fiscais disseram que não poderiam estar naquele local.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO