20.01.2020 | 12h05


À QUEIMA-ROUPA

Vídeo mostra policiais atirando na cabeça de mulher e desmente versão de B.O

Boletim de ocorrência diz que tiros aconteceu em ‘confusão’, mas gravação mostra clara tentativa de execução. O crime aconteceu na cidade de Sorriso.


DA REDAÇÃO

Um vídeo, obtido em primeira mão pelo , mostra o momento em que uma mulher é atingida por dois tiros na cabeça e pescoço, na sexta-feira (17), em Sorriso (420 km de Cuiabá). Os autores dos disparos seriam dois policiais militares que já estão presos.

As imagens desmentem a versão inicial do boletim e ocorrência de que a vítima estava passando pela rua, quando houve confusão em um bar envolvendo e os soldados que atiraram. 

Na gravação é possível notar que a vítima, de 44 anos, está sentada em um banco na companhia de um homem, aparentemente namorando.

Dois homens armados aparecem e passam a agredir o casal. Em meio a tapas, eles atiram e a vítima cai no chão. Não há informações se o acompanhante ficou ferido.

Os policiais foram identificados como sendo os soldados Ezio Sousa Dias e Weberth Batista Ribeiro, ambos de 30 anos.

A mulher está internada no Hospital Regional com uma bala alojada no pescoço e ainda não prestou depoimento. Nas imagens, fica claro que o fato se trata de uma tentativa de homicídio.

O boletim de ocorrência anterior relata que a vítima foi atingida pelos tiros enquanto passava pela rua e havia uma confusão em um bar. Os soldados teriam chegado ao local agredindo pessoas e gerando tumulto – versão não é comprovada pelo vídeo. Veja versão da polícia aqui

Veja o vídeo

Procurado pelo , o major Inácio, que está à frente do 12º Batalhão de Polícia Militar de Sorriso, disse que a versão inicial do boletim de ocorrência foi coletada no local do crime com relatos de testemunhas. Sobre o andamento das investigações, ele disse que isso está a cargo da Polícia Civil.

Em contado com a Polícia Civil da cidade, a reportagem recebeu informação de que as imagens estão sob análise.

Outro lado 

Anteriormente, em nota, o comando da Polícia Militar em Sorriso informou que "os dois policiais, ambos soldados, apontados com autores de agressões e de disparos de arma de fogo em um bar da cidade, ferindo uma pessoa com projétil de arma de fogo, uma mulher de 44 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Militar e autuados em flagrante pela Polícia Civil. Os dois estão presos na unidade militar local. A Corregedoria da PM foi informada do ocorrido. Além de responder na justiça comum, os dois policiais irão responder processo administrativo no âmbito da Polícia Militar. A vítima passou por cirurgia e está internada, o quadro dela é estável".











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

CARMEN  21.01.20 07h35
Pergunto : o que acontecerá com esses bandidos de farda ? Respondo : NADA. Policiais se protegem, assim como a imprensa costuma proteger os seus, médicos acobertam erros de colegas de profissão, etc. Vivemos em um país corporativista e hipócrita. Nada acontecerá a esses 2 bandidos.

Responder

7
4

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO