25.02.2011 | 11h51


POLÍCIA

VG tem 53 assassinatos para cada 100 mil moradores

MIRO FERRAZ           23h00
ESPECIAL PARA O REPÓRTERMT

O número crescente de assassinatos, grande parte por acerto de contas motivados pelo tráfico, faz da cidade a 4ª mais violenta do estado, com quase 54 mortes por ano para cada grupo de 100 mil habitantes.

Já a cidade de Vila Rica (1.400 quilômetros de Cuiabá) é considerada a mais violenta de Mato Grosso, com taxa de 76.3 mortes por grupo de 100 mil moradores, sendo a 38ª mais violenta do país. Os dados são do "Mapa da Violência 2011 – Os Jovens do Brasil", elaborado pelo Instituto Sangari e divulgado nesta quinta-feira (24) pelo Ministério da Justiça.

Cuiabá, Várzea Grande e Cáceres figuram entre as 10 mais violentas. A Capital é a 9ª colocada no ranking com taxa de 42,8 por 100 mil, praticamente o mesmo número de Cáceres, com 42,6. O tráfico de drogas motiva grande parte dos casos ocorridos na Baixada Cuiabana e nas regiões de fronteira, como Cáceres.

O Mapa da Violência mostra que, de 1998 a 2008, foram assassinadas mais de 50 mil pessoas no país. Uma guerra. Para efeito de comparação, em sete anos de combates no Vietnã, morreram 50 mil soldados dos EUA. Cuiabá e VG registraram no ano passado 310 assassinatos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO