07.07.2010 | 12h53


POLÍCIA

Vereador que deu tapa em repórter pode ficar inelegível

Da Redação 

Candidato a deputado estadual, o vereador por Pontes e Lacerda Lorivaldo Rodrigues (DEM), o Kirrarinha, que agrediu fisicamente a repórter Márcia Pache, da TV Centro Oeste, afiliada ao SBT, está na lista de gestores e ex-gestores públicos, cujas contas foram julgadas irregulares em caráter insanável e irrecorrível pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e, por isso, deve ter o registro de candidatura impugnado pelo Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE).

Além de já ter agredido dois jornalistas, Kirrarinha responde por desvio de dinheiro público por meio de uma servidora de seu gabinete, a qual o parlamentar obrigava a devolvê-lo metade do salário recebido. Também é acusado de incentivar a invasão de casas populares que seriam entregues aos proprietários contemplados.

A relação consta 392 nomes de políticos considerados inelegíveis. No entanto, Kirrarinha é um dos poucos nomes que constam da lista a disputar cargo no processo eleitoral deste ano. Além do vereador por Pontes e Lacerda, o Democratas vai lançará mais 16 candidatos a deputado estadual. Entre eles está o vereador por Várzea Grande Denilvaldo Pereira, o Baiano Pereira, que deve se enquadrar como “ficha suja”. Ele foi condenado pelo Tribunal do Júri por assassinato de Ildeu Ferreira dos Santos, em 2000.

O envio das informações sobre as contas irregulares julgadas pelo TCE em caráter insanável e irrecorrível ocorre em cumprimento à Lei Complementar 135, sancionada neste ano. Os dados devem contribuir com a Justiça Eleitoral no momento de análise das candidaturas.

 

Com Olhar Direto











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO