19.02.2020 | 14h30


POLÍCIA / RELAÇÕES COM COMANDO VERMELHO

Vereador é indiciado por tráfico de drogas junto com mais 32 pessoas

Parlamentar está preso desde dezembro do ano passado, quando operação foi deflagrada



Vereador por Várzea Grande, Janio Calistro (PSD) está entre os 33 indiciados pela Polícia Civil por atuação com o tráfico de drogas na cidade. Calistro está preso desde dezembro do ano passado, quando a operação “Cleanup” foi deflagrada pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpencentes (DRE) para desarticular a organização criminosa que agiu junto com a facção criminosa Comando Vermelho da Capital (CV). Os 33 acusados foram indiciados por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas

Conforme o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato, foram aproximadamente cinco meses de investigações, com a coleta de elementos robustos da participação de todos os indiciados nos crimes.

Jânio é policial civil aposentado e é acusado de atuar na orientação a traficantes, além de orquestrar crimes. Em um dos casos, ele teria planejado roubar uma carga de drogas e esconder em uma caixa d’água.

Documentos envolvendo a prisão de Calistro foram encaminhados essa semana para a Comissão de Ética da Câmara de Vereadores de Várzea Grande para análise de seu afastamento. O comunicado foi feito pelo presidente do Legislativo várzea-grandense, Fábio Tardin (DEM). 

A Comissão deve analisar documentação encaminhada pela DRE. Calistro está de licença por 30 dias automaticamente, segundo Tardin, e caso ele não retorne às atividades o suplente poderá requisitar cargo. O presidente também destaca que estão suspensos o salário e a verba indenizatória do vereador.

Autalizada às 14h47











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO