alexametrics
24.08.2010 | 15h31


POLÍCIA

Varzea Grande: Homem é torturado e morto



O envolvimento com drogas pode estar por trás da morte de Paulo Souza de Freitas, 36. O corpo dele foi localizado pela família, na manhã de domingo, na casa dele, no Jardim Glória 1, em Várzea Grande. A Polícia acredita que a vítima foi morta por estrangulamento provocado com um pedaço de fio elétrico. A cabeça de Paulo estava envolvida em uma sacola plástica, que pode ter sido usada para torturá-lo e sufocá-lo. O delegado Antônio Esperandio, adjunto da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), acredita que a vítima foi morta ainda no sábado. Os próprios familiares confirmaram que a vítima estava mergulhada no mundo das drogas há cerca de 1 ano.

Na casa não havia sinal de arrombamento, informou a Polícia, o que reforça a suspeita que Paulo pode ter sido morto pelos 3 homens que foram vistos na casa dele, na tarde de sábado. Um vizinho teria ido até o local para tomar banho de piscina e ao chamar pelo dono da casa se deparou com 3 homens no local. Dois morenos claros e um mais escuro. O vizinho perguntou por Paulo, quando foi informado pelos 3 homens que ele estava "dormindo" e que não deveria ser incomodado.

Familiares também suspeitam de que um homem conhecido como "Nelson" possa ter envolvimento com o crime, pois a vítima teria dito que vinha recebendo ameaças desta pessoa. Paulo respondia na Justiça por crimes de lesão corporal, ameaça, receptação e peculato.

Com este crime já são 9 assassinatos em Várzea Grande, além de um roubo seguido de morte, somando 10 mortes violentas na cidade no mês de agosto, contra 6 na Capital.

Na prisão - Cinco acusados de envolvimento na morte de Carlos Willian de Almeida, 18, o "Dubrau", e Paulo Celso Andrade Ojeda, 25, o "Paraguai", foram presos logo após o crime e encaminhados à uma unidade prisional em Cuiabá.

Jeferson Silva Gonzaga, 20, Raoni Martins de Souza, 19, Rayanter Layoner da Silva Carvalho, 21, Haynner Martins de Moraes, 21, o "Brinquinho", e Nicolas Rinieri Martins Ribeiro, 23, fugiram do local do crime em um veículo Gol e 2 motocicletas, mas acabaram presos em seguida, no bairro Parque Cuiabá. São acusados de integrar a "Gangue do Brinquinho", que horas antes se envolveu em uma briga generalizada na boate Ibiza, no bairro Tijucal. A namorada de Paulo, Wellen Caroline de Oliveira, 20, que estava ao lado dele dentro do carro, também acabou ferida de raspão em um dos ombros, enquanto o namorado era atingido por tiros no peito e cabeça.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime