alexametrics
13.01.2011 | 18h17


POLÍCIA

UFMT confirma 1º caso de morte por superbactéria em MT



DA REDAÇÃO   12h35

Foi confirmado em Mato Grosso o primeiro caso da bactéria Klebsiella pneumoniae carbapenemase (KPC), conhecida popularmente por superbactéria. A paciente era do interior do Estado e foi transferida para o Hospital Universitário Júlio Müller, mas faleceu ontem.

Segundo informações da assessoria de imprensa da Universidade Federal de Mato Grosso, foi determina a suspensão de internações na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulta. O setor passará por desinfecção, o que pode levar cerca de 2 semanas.

Entretanto, a informação é que os pacientes que estão internados vão continuar na UTI.

Os primeiros casos da superbactéria no país surgiram em outubro do ano passado, com registros no Espírito Santo, Paraíba, Paraná, São Paulo e Distrito Federal, que apresentava a situação mais grave.

Após os registros, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu a venda de antibióticos sem receita médica. Para a Anvisa, o hábito da população brasileira de se automedicar e usar de forma indiscriminada antibióticos proporciona o aparecimento de bactérias mais resistentes e de difícil combate com os medicamentos atuais.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime