alexametrics
13.10.2010 | 12h54


POLÍCIA

TRE cassa mandatos dos deputados José Riva e Eliene Lima, ambos do PP

da redação
Na sessão matutina desta quarta-feira, 13 de outubro, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso cassou o mandato do deputado federal reeleito Eliene Lima, e também do candidato eleito para Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva. Seguindo o voto do juiz César Augusto Bearsi, o pleno acolheu parte da representação movida pelo Ministério Público Eleitoral, que pedia a cassação do deputado José Riva por compra de votos e gastos ilícitos de campanha nas eleições gerais de 2006. 
           
O julgamento foi concluído na sessão desta quarta-feira, após pedido de vista do juiz Samuel Franco Dalia Junior, que votou contra a cassação dos mandatos dos deputados. O julgamento, que foi concluído por uma votação de 3 votos a favor e 2 contra a cassação, foi iniciado na sessão plenária do dia 06 de outubro, quando o relator do processo, desembargador Márcio Vidal, proferiu seu voto indeferindo integralmente o pedido do Ministério Público Eleitoral. 
           
O primeiro vogal, juiz César Bearsi(foto), votou pela procedência do pedido do Ministério Público, contudo, incluiu o candidato reeleito a deputado federal Eliene Lima. O juiz também afastou o pedido de cassação por compra de votos, mantendo seu entendimento no sentido de cassar os mandatos dos parlamentares tão somente pela prática de gastos ilícitos em campanha. 
           
Segundo o juiz federal, o processo traz provas suficientes que caracterizam a distribuição indiscriminada de combustíveis para os eleitores de Tangará da Serra, feitas por Eliene Lima e José Riva. Este entendimento foi o mesmo dado pelo juiz Jorge Tadeu Rodrigues. 
           
O juiz Gonçalo Antunes de Barros acompanhou o entendimento divergente de Bearsi, contudo incluiu como justificativa para cassação dos mandatos a compra de votos. 
           
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral, Rui Ramos Ribeiro não participou da sessão plenária por estar tratando de assuntos relacionados ao cadastramento de dados biométricos dos eleitores de Campo Verde, cidade para onde se deslocou nesta quarta-feira para se reunir com autoridades locais.
          

Outro lado

Por meio da assessoria de imprensa, Eliene Lima afirmou que irá recorrer da decisão do TSE.

O deputado José Riva, por meio de nota, afirmou que a decisão nada altera sua situação, uma vez que não o tornou inelegível. Ele infirmou que irá recorrer do julgamento junto ao TSE.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime