05.09.2010 | 12h27


POLÍCIA

Trânsito entra em colapso nas proximidades do Pantanal Shopping



da redação

O trecho da avenida do CPA em frente ao Pantanal Shopping e próximo aos órgãos públicos estaduais é o mais agitado do trânsito da Grande Cuiabá, comportando mais de 14,5 mil movimentações por hora de veículos durante o pico da manhã. A contagem é fruto do estudo mais aprofundado que a cidade já teve sobre o comportamento de seu trânsito nas principais ruas e avenidas, encomendado pela Agecopa como base para as intervenções urbanas que visam 2014 (ver matéria).

Os altos números registrados nos três períodos do dia se devem claramente à concentração de uma ampla variedade de órgãos, residenciais novos sendo inaugurados e atividade comercial. A contagem foi feita durante os períodos da manhã, do almoço e da tarde. A movimentação na região nesses três períodos gerou números superiores a de todos os demais 58 pontos analisados na cidade, situados ao longo dos futuros trajetos do Bus Rapid Transit (BRT), sistema de ônibus em faixa exclusiva atualmente em fase de projeto.

No trecho do shopping foram contados, em diversos dias da semana, por hora, todos os carros, motos e ônibus passando no sentido Centro-CPA, CPA-Centro, e todos os demais acessos e contornos entre a área do supermercado Comper e o templo da Assembleia de Deus. São 14 as possibilidades de movimento do motorista na região e cada uma delas foi quantificada no levantamento (ver quadro), comprovando com números uma situação que muitos cuiabanos já julgavam saber: o local, embora disponha de uma das avenidas mais largas da cidade, está à beira da saturação.

De manhã, a região se caracteriza pela movimentação quase igualitária de veículos nos dois sentidos entre o Centro e o Grande CPA. No total, são 14.570 movimentações por hora (a pesquisa conta o movimento, não a quantidade de carros), o maior número obtido pela pesquisa. Já no período do almoço, a movimentação mais expressiva é no sentido Centro-CPA (3.095 por hora). Isso se acentua no período da tarde, quando os movimentos passam a 3.534 por hora na direção do CPA, enquanto pouco muda movimentação no sentido oposto.

IMPRESSÕES - “É uma zona isso aqui”, resume o taxista João Artênio Lima, 55 anos. Há 25 na profissão, ele trabalha no ponto ao lado do Pantanal Shopping e não precisa de números para comprovar que o local é o que mais lhe provoca irritação no trânsito de Cuiabá, especialmente de tarde – quando pode demorar até 50 minutos para chegar até a avenida Mato Grosso.

Já o motoboy Higor Vinícius Souza de Oliveira, 20 anos, diz que só não fica mais estressado todos os dias com o tráfego ali, que ele considera o pior da cidade, porque a moto permite “costurar”. Entretanto, quando precisa trabalhar dirigindo carro de passeio, “aí complica”.

A percepção é diferente para o contabilista Flávio Ávila Filho, 29. Embora concorde que a área já esteja saturada, ele aponta que o trânsito consegue fluir devagar, ao contrário da avenida Miguel Sutil em pontos como o da gráfica Atalaia e da entrada para o Verdão, onde fica tudo estagnado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO