02.06.2020 | 08h11


POLÍCIA / TODA A REDE

Traficantes, motorista de aplicativo e estudantes da UFMT são presos com drogas

Motorista confessou que faz distribuição de entorpecentes e levou policiais da Rotam até local onde costuma buscar as drogas



Motorista de aplicativo e dois estudantes de biologia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) estão entre os cinco presos acusados de tráfico de drogas. Os flagrantes foram feitos por uma equipe da Rotam, nesta segunda-feira (1º), em Cuiabá.

O primeiro a ser detido foi o motorista de aplicativo. Ele foi abordado, no início da tarde de ontem, na avenida General Melo, em Cuiabá. Conduzia um veículo Peugeot Preto, no qual foi localizada uma barra de maconha. O motorista confessou que fazia entrega de drogas e afirmou que levaria a equipe da Rotam até os locais onde constantemente buscava os entorpecentes.

Policiais e acusado foram até o primeiro local indicado, onde mais uma pessoa foi presa em flagrante. Neste local foram apreendidas duas porções grandes de maconha, duas pedras médias de pasta-base de cocaína e uma balança de precisão, além de R$ 295.

As diligências continuaram e no segundo lugar apontado pelo motorista as apreensões foram muito maiores. Com uma mulher foram encontradas quatro barras de maconha, 14 pedras de pasta-base, uma balança comercial marca toledo, além de dois cadernos de anotações referente ao comércio de entorpecentes e R$ 3 mil.

Foi neste local que foram flagrados um homem e uma mulher que afirmaram ser estudantes de biologia da UFMT. Com o homem foram apreendidas duas porções pequenas de maconha e com a mulher uma pequena porção também de maconha.

 

Ao todo foram apreendidos 3.290 kg de maconha, 472 gramas de pasta-base de cocaína, R$ 3.489,00, dois cadernos de anotações do tráfico e o veículo Peugeot.

Diante dos fatos todos os suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes.

Os jovens que se identificaram como estudantes não possuem passagens pela Polícia.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO