29.06.2020 | 15h19


POLÍCIA / CPF CANCELADO

Traficante morre em troca de tiros com a polícia e comparsa consegue fugir

O bandido que continua foragido tentou atirar contra os militares com uma espingarda, mas não soube manusear a arma


DA REDAÇÃO

Um traficante morreu e outro é procurado após reagirem a uma abordagem da Polícia Militar (PM) durante a madrugada desta segunda-feira (29) na avenida Brasil, bairro Menino Jesus, em Sinop (500 km da Capital).

De acordo com a ocorrência, o Grupo de Apoio (GAP) da PM informou que no bairro estaria acontecendo venda de drogas. Os militares se deslocaram para a região e identificaram os acusados em um Chevrolet Monza, conforme características repassadas pelo grupo de apoio.

A primeira tentativa de abordagem foi feita na avenida, onde neste momento os bandidos reagiram e um deles teria sacado uma arma da cintura e disparado contra os militares. Os policiais revidaram os tiros e o bandido armado, com um revólver .38, foi atingido por dois disparos.

Na sequência, o comparsa teria se armado com uma espingarda para atirar contra os policiais, porém, não soube manusear a arma, jogou no chão e saiu correndo a pé em direção a uma região de mata, tentando escapar.

Os militares cercaram o matagal e fizeram uma varredura, mas não conseguiram encontrar o bandido, que ‘desapareceu’.

Uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros foi acionada para prestar socorro ao bandido, que recebeu os primeiros socorros na rua e foi encaminhado ao Hospital Regional, onde deu entrada com vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no início da manhã.

Em seguida, os militares apreenderam o revólver e a espingarda usados pelos bandidos, além de R$ 2 mil em dinheiro e os documentos do Monza.

Devido à ocorrência terminar em  morte, uma equipe da Polícia Judiciária Civil acompanhou o trabalho no local.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO