09.04.2020 | 13h38


POLÍCIA / FACÇÃO DOMINA SINOP

Traficante foi executado por fazer 'concorrência' ao Comando Vermelho

Polícia Militar descobriu que a motivação para o crime seria o fato de Henefer comercializar drogas sem autorização da facção criminosa


DA REDAÇÃO

Investigações do homicídio do traficante Henefer Lucas Pinheiro Marques Dos Santos, 25 anos, apontam que a motivação do crime seria o fato dele estar comercializando drogas pela região sem a "autorização" da facção criminosa Comando Vermelho de Mato Grosso. Henefer foi executado na noite dessa quarta-feira (08), no bairro Residencial Vila América, em Sinop (500 km ao norte de Cuiabá). Esse é o quinto homicídio no município, esse mês, a mando da mesma facção.

Ainda durante as buscas pela madrugada, os policiais militares prenderam  cinco traficantes envolvidos no crime, sendo descoberta uma rede do comércio ilícito, quando um criminoso vai repassando as drogas para o outro.

De acordo com a ocorrência, a PM descobriu Henefer adquiriu seu estoque de drogas em uma residência localizada na rua Projetada "R", no bairro Jardim Califórnia.

A caminho do endereço, logo em frente à residência, foi identificado o primeiro acusado, identificado apenas pela inicial W., mais conhecido como “Farma”, que ao avistar a viatura tentou se desfazer de uma porção de maconha e correu para dentro da casa e conseguiu escapar.

Os policiais fizeram o acompanhamento e no local foram recebidos por uma mulher, identificada como A., que seria esposa de outro traficante, de nome T.

Os militares fizeram buscas pela casa e apreenderam um tablete e duas porções médias de substância análoga à maconha e uma balança de precisão, configurando o local como uma boca de fumo.

T. se apresentou como proprietário de toda a droga encontrada e afirmou que junto da esposa iriam vender o entorpecente na região. O traficante também confirmou que havia vendido para Henefer no bairro Vila América.

Questionado de onde conseguia as drogas, T. respondeu que adquiria do “Farma” na rua dos Eucaliptos, no bairro Jardim Imperial.

Diante da informação, a guarnição se deslocou ao endereço informado, onde também se tratava de uma boca de fumo. Na casa mora o traficante “Farma”, que já possui passagens criminais por tráfico de drogas e por posse ilegal de arma de fogo.

Na casa ainda foram identificados dois comparsas, um homem identificado como D. e uma mulher, de nome R.

Durante buscas pela residência foram apreendidas 84 porções de maconha, assim como três balanças de precisão, uma no quarto de cada um dos acusados.

“Farma” disse que era o dono da droga e que juntamente com os comparsas iriam traficar por toda a cidade de Sinop.

Todos os criminosos foram presos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde prestaram depoimento e ficaram à disposição da Justiça.

Leia Mais: Sinop registra 5º assassinato esse mês, além de mais uma tentativa

 

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO