11.12.2010 | 11h43


POLÍCIA

Terror em Chapada: polícia ainda não tem pistas de agressores

MAYARA MICHELS
MIDIANEWS

A jovem J. S. B. M., 21, que foi brutalmente espancada durante uma tentativa de estupro, no último dia 4, em Chapada dos Guimarães, saiu do coma induzido e foi transferida para um quarto do Pronto-Socorro de Cuiabá, na madrugada desta sexta-feira (10).

De acordo com as informações da assessoria de imprensa do PS, a jovem está consciente e vem se recuperando bem ao tratamento. Ela já está conversando normalmente, mas continuará em observação. Ainda não há previsão de alta.

Exames feitos pelo Instituto Médico-Legal (IML) apontaram que J. foi espancada com vários golpes desferidos por todo o corpo. Mas não há sinais de que ela tenha sido estuprada.

Segundo a Polícia Civil de Chapada, ainda não há informações sobre as pessoas que agrediram a jovem.

"Durante toda a semana, ouvimos alguns suspeitos do crime. Recebemos denúncias anônimas, fomos atrás, ouvimos as pessoas e, depois, as liberamos. Não posso prender qualquer um que seja denunciado. Na verdade, estamos sem norte", disse o delegado João Bosco, que comanda as investigações.

"Agora, com a melhora de J., esperamos poder ouvi-la nos próximos dias para  conseguirmos informações sobre os criminosos. Até o momento, não temos nenhuma pista", disse João Bosco.

Segundo o delegado, as denúncias anônimas são muitas. "No começo, falaram que eram dois homens, cada um em uma moto; depois, disseram que eram dois em uma moto só... Depois, não havia moto, eles estavam a pé. Está difícil, precisamos ouvir J. para saber o que realmente ocorreu. Até onde sabemos, não há testemunha", disse.

Entenda o caso

No final da tarde de sábado, J. S. B. foi com o namorado e o irmão ao Mirante, um dos principais pontos turísticos de Chapada dos Guimarães, localizado a 8 quilômetros do centro. Eles foram até o local de carro, e J. levou sua bicicleta. Na volta, ela resolveu voltar pedalando e pediu para que os dois voltassem e a aguardassem na cidade.

Depois de mais de uma hora de espera, os dois começaram a se preocupar. Eles voltaram até o Mirante, mas não a encontraram. Em seguida, eles procuraram a Polícia e, por volta das 22 horas, foi encontrada a bicicleta a cerca de 20 metros do acostamento, próximo a uma mata, no Km 3 da rodovia Chapada-Campo Verde.

Com a intensificação da busca no local, o corpo da jovem foi localizado em uma vala profunda, próximo a um barranco. Ela estava seminua e inconsciente.

Muito ferida na cabeça, rosto e pescoço, J. foi levada ao hospital de Chapada e transferida para o Pronto-Socorro de Cuiabá.

Mesmo brutalmente ferida, a jovem conseguiu se arrastar por vários metros, em direção à rodovia.

Já a quase dez metros da pista, ela acabou caindo em uma vala profunda, onde foi encontrada horas depois, inconsciente.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO