21.07.2010 | 18h54


Técnico em enfermagem é condenado por de estupro em Roo



Da redação

O enfermeiro Pedro Paulo Parreira dos Santos, 30, foi condenado a 9 anos e 6 meses de prisão inicialmente em regime fechado pelo estupro da paciente A.C.S. que passava por um procedimento cirúrgico no Hospital São José, em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá). O crime ocorreu em 18 de fevereiro deste ano. O juiz criminal de Rondonópolis, Marcos Faleiros da Silva, também condenou o réu a pagar as custas processuais, além de indenizar a vítima em R$ 5 mil por danos morais sofridos.

Pedro Paulo está preso desde a época da denúncia. A vítima se internou no hospital para realizar uma cirurgia. No período da tarde, quando o efeito anestésico já havia passado, a mulher chamou uma enfermeira para ajudá-la e Pedro Paulo se prontificou a auxiliar a paciente que desejava tomar

banho. A.C.S. relatou à Polícia e à Justiça que mesmo dispensando a ajuda do enfermeiro, ele insistiu e

chegou a abrir a porta do banheiro quando a paciente se ensaboava Momentos depois, ele trocou o soro da vítima e aplicou uma injeção que a deixou “grogue”. Porém, ela conta que se lembra dele passando as mãos pelos seus seios e tentando retirar sua calcinha. A vítima acordou sentindo ardência no órgão sexual. Os laudos do Instituto Médico Legal não foram conclusivos, mas confirmaram aumento do volume de sangue no tecido que causa vermelhidão na região vulvar, além de encontrar secreção mucóide, que submetida a exame laboratorial apontou presence de Antígeno Específico da Próstata.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO