26.04.2019 | 09h50


MORTE POR ENCOMENDA

Pistoleiro pergunta nome e dá cinco tiros em técnica de enfermagem

O atirador perguntou o nome da vítima antes de atirar contra ela. A principal suspeita é de que o crime tenha sido encomendado.


DA REDAÇÃO

A técnica de enfermagem Cleide da Silva Lemes, 44 anos, foi morta a tiros, na noite de quinta-feira (25), na frente de casa, em Sorriso (a 420 km  de Cuiabá). De acordo com uma testemunha, o assassino ainda teria perguntado o nome dela antes de atirar.

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime aconteceu por volta de 18h15, no bairro Recanto dos Pássaros.

Um homem, de 54 anos, estava conversando com Cleide em uma mesa, no quintal da casa, quando o atirador chegou a pé e perguntou o nome da mulher.

Segundo a testemunha, o assassino reconheceu a tatuagem da vítima, sacou uma pistola calibre 380 e atirou cinco vezes. Todos os disparos atingiram Cleide.

Ela ainda foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu ao ser encaminhada para o Hospital Regional de Sorriso (HRS).

O atirador fugiu correndo. Ele estava de camisa azul e calça jeans. A Polícia Militar ainda fez rondas na região, porém, o atirador não foi localizado.

O local onde o assassinato aconteceu foi isolado e analisado pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A principal suspeita é de que a morte de Cleide tenha sido encomendada, devido á forma com que o crime aconteceu.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Leia também

Casal assassina homem com facada no pescoço em praça pública











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER