06.12.2019 | 20h23


POLÍCIA / MOTORISTA DO CRIME

Taxista é preso por dar apoio à quadrilha de assaltantes

Wellyngton Figueiredo da Silva confessou ter ajudado criminosos a fugir após assalto a um estabelecimento comercial de Rondonópolis.


DA REDAÇÃO

O taxista Wellyngton Figueiredo da Silva, 34 anos, foi preso na tarde de quinta-feira (05) após ser identificado como o motorista do Fiat Siena que deu apoio e fuga a assaltantes que invadiram um estabelecimento comercial por volta das 10h30 no bairro La Salle II, em Rondonópolis (212 km da Capital).

A Polícia Militar (PM) chegou ao acusado após receber imagens de câmeras de segurança que flagraram o momento do assalto, quando o veículo, que trabalha para uma determinada empresa de rádio táxi, era manobrado nas proximidades do estabelecimento roubado, até que os bandidos deixaram o local, entraram no carro e fugiram.

Os militares foram à central do rádio táxi, a qual o veículo presta serviços, onde um funcionário respondeu que o Siena estava com a internet desligada no período da manhã, pois, não estava fazendo corridas naquele momento, de forma que a empresa não tinha a localização para repassar aos policiais.

Em rondas pela região, a PM encontrou o Fiat Siena nas proximidades da Santa Casa, onde foi feita a abordagem ao motorista.

Foi verificado o nome de Wellyngton no banco de dados da policia que mostrou que o taxista tem passagens por receptação, tentativa de homicídio e outros.

Em conversa com o acusado, este confessou a participação no assalto e que teria levado os bandidos para o bairro Carlos Bezerra. Os policiais foram ao endereço, mas não encontraram os ladrões.

O “taxista” foi encaminhado ao Cisc (Centro Integrado de Segurança e Cidadania), onde mudou de versão e disse que teria levado os criminosos para o bairro Magnólia.

Em seguida, ele foi conduzido à 1ª Delegacia de Polícia do município, onde ficou detido à disposição da Justiça.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO