06.11.2019 | 19h35


FOI DEMITIDA

Servidora da prefeitura de VG é presa acusada de estuprar adolescente

Ingridi Keliany Gomes da Silva foi presa no mês passado por decisão da Quarta Vara Criminal de Várzea Grande.


DA REDAÇÃO

A servidora da Prefeitura de Várzea Grande, Ingridi Keliany Gomes da Silva, de 23 anos, que estava cedida ao setor de Comunicação, foi presa acusada de participação no estupro de um menor de 14 anos. No entanto, não é possível obter detalhes do processo porque o caso tramita em segredo de Justiça.

Segundo apurou o , o mandado em desfavor da servidora, de forma preventiva, foi expedido pela Quarta Vara Criminal de Várzea Grande, no dia 04 do mês passado. 

O processo contra Ingridi é decorrente de duas tipificações impostas pelo Código Penal que trata sobre estupro de vulnerável.

Ela foi enquadrada no artigo 71 - que é quando o acusado pratica o crime por mais de uma vez - e o 271, ter conjunção carnal ou praticar outro ato libidinoso com menor de 14 anos. Não há informação se Ingridi permanece na cadeia. A assessoria de imprensa da Prefeitura informou que após tomar conhecimento da prisão, a servidora foi exonerada.

 

 

 











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

VOTEM NOS CANDIDATOS DO PARTIDO NOVO  07.11.19 09h20
Oi....tô aqui tá.... :)

Responder

11
11
Alecsandro José de Souza  07.11.19 19h17
Meu Deus o cara foi reclamar

Responder

7
0

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO