15.08.2011 | 15h47


POLÍCIA

Seis pessoas são executadas no fim de semana na Grande Cuiabá

MAYARA MICHELS 12h01
DA REDAÇÃO

Seis pessoas foram assassinadas nas últimas 72 horas na Grande Cuiabá. Segundo informações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), três homicídios ocorreram no sábado (13), e três na madrugada de domingo para segunda-feira (15). Entre os crimes, está um ladrão morto, após tentar assaltar um cabo do exército e um andarilho morto espancado.

Na Rua Rosário Oeste do bairro Pedregal, um homem identificado com Alexandre de Oliveiras Carlos Bertulio, de 25 anos, foi morto com sete tiros, na madrugada de sábado. Segundo a polícia, ele morreu quando deu entrada no Box de emergência do Pronto Socorro de Cuiabá. Ninguém foi preso.

Dois homens ainda não identificados foram mortos a tiros. O primeiro crime ocorreu no bairro São Benedito e o outro no São Sebastião. As suspeitas nos dois casos é que o crime tenha sido acerto de contas.

No bairro Lixeira, um morador de rua foi encontrado morto na madrugada desta segunda-feira. Ainda não identificado, ele foi morto a pauladas e a pedradas. O corpo foi encontrado às 2h. Populares disseram aos policiais que três homens espancaram o andarilho. Rondas foram feitas na região, mas ninguém foi preso.

Dois homens tentaram assaltar três cabos do exército quando chegavam a suas residências, por volta das 5h, desta segunda-feira (15). A dupla exigiu a moto de um dos cabos, quando um deles reagiu efetuando vários tiros contra um deles. O outro conseguiu fugir. Maicon Leandro Canabarro, de 18 anos, não resistiu e morreu na hora, após levar três tiros. O crime ocorreu no bairro Jardim Itororó, na Rua Barão de Maracaju.

No bairro Vila São João, um homem não identificado foi morto a tiros. O corpo foi encontrado em um terreno baldio. A vítima foi encontrada com várias perfurações de arma de fogo na cabeça. O crime ocorreu no sábado.

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) irá investigar os dois casos.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO