01.10.2010 | 17h59


POLÍCIA

Roubo de veículos triplica após proibição de prisão na véspera da eleição



Da Redação

Nas últimas horas, o número de carros e motos que foram roubados nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande praticamente triplicaram. Entre as 18h e 22 horas desta quinta-feira, foram registrados 18 roubos ou furtos de veículos nas duas maiores cidades de Mato Grosso.

Segundo o titular da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos Automotores, delegado Silas Caldeira, o crescimento da criminalidade está associado a lei que proíbe prisões na véspera da eleição. "Estimulou ainda mais os bandidos que acreditam com a impunidade", ressaltou o delegado.

De acordo com dados da delegacia, o número de veículos roubados em dias normais são variam entre cinco e sete. Pelas estatístas, a cidade de Várzea Grande apresenta maior número de roubos que a capital. As motos são alvo preferencial dos bandidos.

Apesar das prisões em flagrante continuarem permitidas neste período, Caldeira explicou que a maioria das prisões de assaltantes de veículos ocorrem após grande perseguição e investigação. "Se o assaltante escnder no mato, e for localizado pouco depois já não configura o flagrante", assinalou.

Outro agravante que prejudica o combate a criminalidade na véspera das eleições é a destinação de um efetivo maior de policiais ao interior. Para evitar crimes eletorais, a cúpula da Segurança Pública reforçará o efetivo para atuar nas eleições, o que prejudica a atuação nos bairros e em situações comuns do cotidiano.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO