alexametrics
24.12.2010 | 17h24


POLÍCIA

"Gostei de matar e mataria de novo", diz assassino de garoto de 8 anos

MIRO FERRAZ
DA REDAÇÃO

Valdeir Liche Ribeiro Reis (23) passou de suspeito a assassino confesso do garoto Lucas Pinheiro de apenas 08 anos. O menino desapareceu no ultimo dia 03 de dezembro. Valdeir foi preso nesta quarta-feira (23) junto com mais dois suspeitos. O pai e um tio. Os dois já foram liberados.

Após exatas duas semanas, o corpo da criança foi encontrado em uma lagoa, já em adiantado estado de decomposição, amarrado a duas pedras enormes.

Valdeir foi visto por testemunhas com o garoto na tarde em que ele desapareceu, saindo das proximidades do lago " Sitio Barbosa",onde o corpo do garoto foi encontrado, inclusive estava com a roupa molhada.

O assassino era vizinho da família da vitima, era conhecido da família e sempre estava junto com a vitima e outras crianças, ainda há relatos que ele sempre ia naquele lago com outros garotos para pescar e para tomar banho. O assassino também é tido na cidade como pedófilo. Apesar disso a polícia informou que o menino não sofreu abuso sexual.

Valdeir também é acusado de cometer pequenos furtos, os objetos preferidos em seus roubos estão fios de cobre. Aliás o mesmo mesmo material que foi utilizado para amarrar o corpo do garoto Lucas as pedras.

Valdeir disse que matou o menino porque este o havia chingado de " veado", forma jocosa de dizer homosessual. O assassino e usuário de drogas e estava sob efeito delas na hora do crime. Apesar disso, confessou que gostou de matar. "Eu não estou arrependido, na verdade até gostei e faria de novo", revelou para espanto do delegado Luiz Henrique de Oliveira e dos policiais.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime