02.12.2010 | 16h43


POLÍCIA

Quatro são presos por crime ambiental na Grande Cuiabá

DA REDAÇÃO

A operação foi desencadeada na manhã desta quinta-feira (02.12) pela Polícia Judiciária Civil e Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema) e fiscais da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema). Segundo a Superintendência de Fiscalização da Sema (SUF), os policiais e fiscais realizaram vistorias em sete locais suspeitos da prática de crime ambiental, na Grande Cuiabá.

A ação, que teve como base denuncias feitas pela população, envolveu cerca de 675 homens, entre delegados, investigadores, escrivães e técnicos, além de 150 viaturas.

Pela manhã policiais e fiscais da Sema vistoriam casas localizadas próximas ao Rio Cuiabá, em Várzea Grande, de pessoas suspeitas de serem atravessadores, pescadores e fabricantes de redes de pesca utilizadas para a prática de pesca depredatória.

Quatro pessoas foram detidas e encaminhadas para averiguação na Delegacia Especializado do Meio Ambiente (Dema). Também foram apreendidos vários materiais para a confecção de redes, um tatu, oito (08) cacharas e dois (02) jaus, num total de 51 quilos, seis (06) redes de arrastão de 100 metros cada, três (03) tarrafas, três (03) ganchos, 40 anzóis e uma moto 150 cilindradas. Os suspeitos foragiram quando perceberam a presença dos policiais, abandonado os produtos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO