alexametrics
14.02.2011 | 12h18


POLÍCIA

Quadrilha invade Big Lar, rende vigias e leva R$ 200 mil do caixa

MAYARA MICHELS 11h40
DA REDAÇÃO

Cerca de seis homens armados invadiram por volta das 3h da madrugada o supermercado, Big Lar 24 horas localizado na Avenida Miguel Sutil. Segundo informações da Polícia Miliar, três homens fizeram os vigias reféns que estavam no local e outros três entraram com equipamentos e arrombaram um caixa eletrônico.

O grupo conseguiu levar todo o dinheiro que estava no equipamento. Cerca de R$ 200 mil que estavam no caixa eletrônico do Banco do Brasil foram roubados. A quadrilha fugiu e até o momento não foi localizada pela polícia.
Após o assalto, os vigias acionaram a polícia que realizou rondas na região.

A operação dos bandidos durou cerca de duas horas. As câmaras de vigilância registraram toda a ação dos criminosos. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Segundo informações do Supermercado Big Lar, nenhum funcionário ficou ferido. Além de que o supermercado estava fechado no momento do assalto. Segundo eles, apesar de ser 24horas, no domingo é fechado às 22h.

Presos em flagrante

Uma quadrilha foi presa na semaa passada após arrobar um caixa eletrônico em uma farmácia na avenida Mato Grosso, em Cuiabá. Oito pessoas foram presas, um revolver calibre 38 e uma pistola 380, ambos carregados, foram apreendidos.

A polícia que estava realizando rondas na região, ao passar pelo local sentiu um cheiro de queimado e perceberam a movimentação dos criminosos dentro da farmácia. Todos os assaltantes foram presos em flagrantes e encaminhados a Penitenciária Central do Estado.

Balanço

No ano de 2010 a PM prendeu 66 pessoas envolvidas em assaltos a caixas eletrônicos em Mato Grosso. Das 133 ocorrências registradas pela corporação, 69 foram na área do Comando Regional de Cuiabá (CR I), onde 52 pessoas foram detidas. Depois do CR I, os Comandos Regionais de Rondonópolis (CR III) e Tangará da Serra (CR VII) foram os que registraram o maior número de casos. Foram 21 e 15 ocorrências, respectivamente. Sendo que dois criminosos foram presos em Tangará da Serra.

CR I - Cuiabá: 69 ocorrências, 52 prisões;
CR II - Várzea Grande: 05 ocorrências, nenhum preso;
CR III - Sinop: 05 ocorrências, nenhum preso;
CR IV - Rondonópolis: 21 ocorrências, nenhum preso;
CR V - Barra do Garças: 06 ocorrências, dois presos;
CR VI - Cárceres: 06 ocorrências, dez presos;
CR VII - Tangará da Serra: 15 ocorrências, dois presos;
CR VIII - Juína: nenhuma ocorrência;
CR IX - Alta Floresta: 06 ocorrências, nenhum preso;
CR X - Vila Rica: nenhuma ocorrência.

Outro lado

Em nota, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) informou que os bancos brasileiros investem cerca de R$ 7,5 bilhões por ano em segurança, um acréscimo de 114% em relação aos investimentos de 2003.

Esses investimentos representam, por exemplo, cinco vezes mais do se investe em segurança na Itália, onde foi aplicado o equivalente a R$ 1,6 bilhão. E isso apesar de o número de assaltos a bancos naquele país ser bem maior do que no Brasil: lá, ocorreram 1.744 assaltos a bancos em 2009, enquanto que no Brasil foram 420 ocorrências.

Esses investimentos são realizados em equipamentos como portas giratórias com detectores de metal e câmeras nas áreas internas, por exemplo.

Além disso, a Febraban possui uma comissão de Segurança que se reúne periodicamente com o objetivo de discutir questões como o do crime da "saidinha do banco".

Promove, ainda, um diálogo permanente entre os bancos representados pela Febraban e as autoridades, que envolve a troca de informações, além de outras ações.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime