24.01.2020 | 09h15


TARDE DE TERROR

Quadrilha armada faz arrastão em fazendas e sequestra funcionário

Os bandidos fizeram reféns e roubaram carro, quadriciclo, motosserra, motor bomba e televisões. Crime foi registrado nas Fazendas Vale Verde e São Francisco, em Várzea Grande.


DA REDAÇÃO

Uma quadrilha armada, composta por cinco criminosos, invadiram fazendas e fizeram vários reféns, no início da tarde de quinta-feira (23), em Várzea Grande. Um homem ainda foi sequestrado e abandonado numa mata da região.

O crime teve início na Fazenda Vale Verde, quando o grupo rendeu os funcionários e os amarrou. Em seguida, fez ‘uma limpa’ nos materiais da propriedade, levou um Chevrolet Corsa e um dos empregados como refém.

De acordo com a ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada, via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), e ao chegar ao local do crime, recebeu a informação de que os bandidos teriam seguidos sentido estrada da Ellus.

Em patrulhamento, a guarnição encontrou o carro roubado estacionado na entrada da fazenda São Francisco. Como a porteira estava trancada, os policias militares decidiram entrar a pé.

Após andar cerca de 600 metros, os agentes de segurança se depararam com um veículo Volkswagen Gol, com três dos bandidos armados, que ao visualizarem a polícia correram para o mato.

Dentro do Gol foram encontradas diversas armas de fogo. Já na sede da estância, a equipe achou uma terceira vítima amarrada.

Foi solicitado o apoio do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) que fizeram buscas aéreas enquanto os militares realizavam as buscas por terra.

Dentro do matagal, a segunda vítima, que havia sido sequestrada, foi localizada. Segundo ela, os bandidos a mantiveram em cárcere por cerca de uma hora e depois a soltaram no mato.

O homem ainda afirmou que os criminosos disseram que tinha uma caminhonete Toyota Hilux esperando por eles, que seria o apoio da quadrilha.

Os militares conseguiram recuperar o Corsa, o Gol, um quadriciclo, duas motosserra, um motor bomba, três televisões, duas roçadeiras, um rebolo esmeril e uma furadeira. Os pertences foram devolvidos cada qual aos seus respectivos donos.

Além disso, foram apreendidas seis espingardas calibres 22 e 28, além de munições intactas.

O material foi encaminhado para Central de Flagrantes.

O caso é investigado pela Polícia Judiciária Civil (PJC).

Galeria de Fotos:
Crédito:
Crédito:
Crédito:










COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO