21.05.2020 | 09h09


POLÍCIA / NA IMIGRANTES

Prostituta é sequestrada em posto de combustível, espancada e estuprada

Garota de programa relatou que foi amordaçada e teve o rosto coberto, foi levada para um matagal, onde foi abandonada após a violência sexual


DA REDAÇÃO

Uma garota de programa de 26 anos, nome não revelado, foi espancada e estuprada durante a noite dessa quarta-feira (20) após ser sequestrada por dois homens, em um posto de combustíveis na Rodovia dos Imigrantes. Ela teve a boca amordaçada e o rosto coberto. Depois do crime, foi abandonada em uma região de mata do bairro São Mateus, em Várzea Grande.

O Serviço de Atendimento de Móvel de Urgência (Samu) prestou os primeiros socorros à vítima e a encaminhou ao Pronto-Socorro do município.

De acordo com a mulher, ela estava no posto trabalhando por volta das 20h, quando os acusados chegaram em um Volkswagen Gol vermelho, que a vítima descreveu como ‘velho’, porém, disse que não conseguiu ver a placa do carro.

Os homens estacionaram perto dela, a abordaram e a colocaram à força dentro do veículo. Ela foi levada para o matagal e teve um pano colocado na boca para não gritar e outro sobre a cabeça. 

A garota relatou ainda que tentou reagir, mas foi espancada com chutes e socos.

Após a violência sexual, os bandidos deixaram a mulher jogada no mato e fugiram levando a bolsa.

A Polícia Militar (PM) foi acionada horas depois, já no início da madrugada desta quinta-feira (21), por meio do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), para atender o caso.

Os policiais fizeram patrulhamento por toda a região, tentando localizar o carro usado no crime, mas sem sucesso.

A PM registrou a ocorrência por crime de estupro consumado e encaminhou a vítima à Delegacia de Polícia Civil, responsável por investigar o caso.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO