15.02.2020 | 17h55


POLÍCIA / POLÍCIA INVESTIGA

Presidente municipal do PCdoB é morto a tiro em assentamento de MT

Crime aconteceu numa área chamada de Renascer União da Vitória, no município de Jaciara. O corpo foi encontrado por vizinhos dentro da casa onde a vítima morava


DA REDAÇÃO

Afonso João Silva, 56 anos, presidente municipal do PCdoB foi executado com um tiro na manhã deste sábado (15) dentro da casa que possui no Assentamento Renascer União da Vitória, o qual é líder na luta pela apropriação de terras, à margem da BR-364, em Jaciara (144 km da Capital).

O corpo do político foi encontrado por vizinhos do assentamento, que disseram ter escutado um disparo de arma de fogo e quando foram ver o que tinha acontecido viram Afonso caído, já sem vida.

Quando as testemunhas chegaram à casa da vítima, não encontraram ninguém além do cadáver.

A esposa do líder do assentamento estava na casa do casal no bairro Jardim Aeroporto II, onde, segundo ela, estava se arrumando para ir encontrar com o marido na propriedade rural quando recebeu uma ligação informando o fato.

Como ninguém ‘estranho’ ou suspeito foi visto na região, chegaram a perguntar para a esposa de Afonso se ele poderia, por qualquer motivo, ter tirado a própria vida, mas a viúva teria dito categoricamente que ele jamais faria isso.

Não há informações se na casa foi encontrada alguma arma.

A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência, isolou a área e acionou a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Polícia Civil.

Os peritos analisaram as condições em que o cadáver se encontrava e colheram informações pela cena do crime que aponte as circunstâncias da morte. Em seguida o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame de necropsia antes de ser liberado para procedimentos fúnebres junto à família e amigos.

Um laudo técnico deverá ser emitido nos próximos dias com informações que ajudarão na apuração dos fatos.

A Polícia Civil acompanhou o trabalho da perícia, ouviu testemunhas e deu início aos trabalhos de investigação, que inicialmente, segue a linha de homicídio doloso.

Afonso, que concorreu a uma vaga de vereador por Jaciara no ano de 2016, era líder de diversos trabalhadores rurais na luta pelo direito à terra e reconhecido no meio político por defender a reforma agrária.

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) prestou sua homenagem a Afonso, o que se refere como ‘companheiro’ e prestou solidariedade à família por meio de uma publicação em sua página no Instagram.

“Com imenso pesar recebo a notícia do falecimento do companheiro João Afonso da Silva, presidente do PCdoB de Jaciara-MT. Infelizmente mais um lutador que tomba na luta pela #ReformaAgrária. Minha solidariedade à família e amigos. Afonso? Presente! Presente! Presente!”, escreveu Barranco na publicação.











(1) COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

joana  15.02.20 19h57
desculpe perguntar mas ele tem duas casas? uma no assentamento e outra na cidade?

Responder

5
3
Maria Auxiliadora   16.02.20 10h33
Antes de vir aqui vomitar seu preconceito E desamor, não passou por esta sua mente estreita que se a esposa e os filhos estivessem na casa eles estariam mortos também? Não pensou antes d vir aqui defecar pelos dedos que a família estava morando na periferia da Várzea Grande (poderia ser no Alphaville) porque estavam recebendo ameaças de morte? E, dona Joana, todos os deputados federais têm casa em MT e casa em Brasília e ainda recebem auxílio moradia. Os dois últimos pagos com nosso dinheiro. Porque um trabalhador rural não pode ter casa na cidade às suas expensas para filhos em idade escolar ou para manter a família longe dos pistoleiros? Por favor, doninha, menos preconceito e mais amor.

Responder

3
0
Matéria(s) relacionada(s):

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO