alexametrics
20.01.2011 | 09h03


POLÍCIA

Prefeitura de Poconé contesta na Justiça cobrança da Rede Cemat

ROBERTA DE CÁSSIA   08h21
DA REDAÇÃO

A prefeitura de Poconé está contestando na justiça a cobrança da Rede Cemat referente às contas de energia do município. "Existem débitos irregulares cobrados pela empresa que não pertencem à prefeitura, além de valores que não são os reais", contesta o procurador geral de Poconé Luís Lauremberg Eubank de Arruda.

Segundo o procurador, esses débitos são antigos, ainda da década de 90 que vêm se arrastando com liminares. Inclusive na época em que Euclides Santos era prefeito, o procurador disse que a Rede Cemat cortou a energia da cidade, mas através de uma liminar, a energia foi religada.

"Temos todo o interesse em negociar e pagar o que é justo para que Poconé não corra o risco de ficar sem energia", comenta o procurador.

Outro lado - Segundo a Rede Cemat, o município deve mais de R$ 5 milhões a empresa. Os débitos já teriam sido parcelados em outras ocasiões e não foram pagos. Por isso, a empresa fez a denúncia no Tribunal de Contas do Estado de MT no dia 11 de janeiro de 2011 no ofício 23342/2010.

 











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime