19.06.2019 | 14h30


MÃE ESTÁ INTERNADA

Polícia encontra feto de 5 meses em vaso sanitário e investiga aborto

A mãe está internada em uma maternidade. Ela relatou apenas que passou mal e pediu um Uber que a deixou no hospital.



A Delegacia Especializada de Defesa da Criança e do Adolescente (Deddica) apura suposto aborto praticado por uma mulher de 29 anos, que foi deixada em um hospital maternidade de Cuiabá, com aparente hemorragia, após abandonar o feto.

A denúncia chegou na terça-feira (18), ao Juizado da Infância e Juventude de Cuiabá, que acionou a Delegacia para apurar o caso.

O feto foi encontrado em um vaso sanitário, na casa da mulher, no bairro Jardim Florianópolis, na Capital, no final da manhã desta quarta-feira (19). A casa estava fechada e foi aberta por um conhecido da mulher, que foi localizado pelos investigadores.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada para realização de perícia na casa e coleta do feto para exames no IML.

Informações levantadas até agora dão conta que a mulher estaria com 22 semanas de gestação, equivalente ao quinto mês. A Polícia Civil ainda não teve acesso à vítima, que está internada sob cuidados médicos no hospital maternidade. Ela teria relatado às enfermeiras que perdeu a criança, não mencionando onde teria deixado o feto. A mulher disse ainda que passou mal e chamou um Uber, que a deixou na porta do hospital.

A Polícia Civil investiga se o aborto teria sido espontâneo ou provocado.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

INFORME PUBLICITÁRIO

TV REPÓRTER