07.10.2010 | 14h29


POLÍCIA

Políca Civil apreende 270 quilos de pasta base na região do Araguaia

da redação

A Polícia Civil apreendeu um carregamento com cerca de 270 quilos de pasta-base de cocaína, ontem à noite, na região de Alto Araguaia. Segundo informações da assessoria da Civil, a droga estava camuflada no meio de uma carga de farelo de soja transportada em uma carreta bitrem, que seguia para Minas Gerais. A droga será periciada, mas, a princípio, calcula-se que a apreensão seja de 268 quilos aproximados. Esta é a maior apreensão de droga neste ano.

O caminhão foi localizado pelos policiais em um posto fiscal da Secretaria de Fazenda (Sefaz), na BR-364, no município de Alto Araguaia. O motorista não foi preso, pois teria avistado a chegada dos policiais e fugido. A polícia já identificou o suspeito como sendo um homem de 24 anos e realiza buscas para prendê-lo. A Polícia Civil de Minas Gerais também foi comunicada, já que ele é morado daquele estado.

O delegado Tiago Garcia Damasceno informou que a carga de farelo tinha como destino a cidade mineira de Uberlândia. "Provavelmente o mesmo destino da droga", acredita. Conforme o delegado, o dono da empresa Hungaro Transporte, do Paraná, acionou à Polícia Civil de Rondonópolis depois de perceber pelo rastreador do veículo, que o motorista tinha ido até o município de Poconé e permanecido 20 minutos na região. Após retornou à Rondonópolis para carregar o farelo de soja.

Quando os policiais de Rondonópolis receberam a notícia que suspeitava de algo errado no trajeto do caminhão, o veículo já tinha saído da cidade. O delegado de Alto Araguaia foi acionado para realizar barreiras na divisa da cidade. "Infelizmente, por tratar-se de local onde vários motoristas se aglomeram, o suspeito, ao avistar a aproximação da viatura evadiu-se, frisou.

 

 

com assessoria











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO