18.01.2020 | 11h14


BANDA PODRE

PMs espancam clientes de bar e atiram contra cabeça de mulher que caminhava na rua

Vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao hospital; acusados foram presos.


DA REDAÇÃO

Dois soldados da Polícia Militar foram presos após agredirem pessoas em um bar do bairro São Domingos, em Sorriso (420 km de Cuiabá), atirarem na direção da rua e acertar tiros no rosto e pescoço de uma mulher de 44 anos, que passava pelo local.

De acordo com o boletim de ocorrência, o fato aconteceu por volta das 23h de sexta-feira (17). Diversas ligações anônimas foram feitas para a central afirmando que os dois policiais estavam agredindo os clientes do bar e atirando para o alto e em direção à rua.

Quando uma equipe da PM de serviço chegou ao local, os soldados já tinham foragido e a vítima socorrida pelo Corpo de Bombeiros. A mulher foi levada ao Hospital Regional de Sorrido. O atual estado de saúde dela não foi informado.

Os militares foram identificados como Ezio Sousa Dias, 30 anos e Weberth Batista Ribeiro, 30 anos. Ambos estão lotados no 12º Batalhão de Polícia Militar da cidade de Sorriso.

Eles foram localizados após a PM fazer buscas na região com apoio de denúncias anônimas. Weberth foi encontrado na casa de sua mãe e Ezio estava dormindo no alojamento do batalhão da PM.

Os soldados não apresentaram resistência na hora de serem conduzidos para a delegacia. Um revólver foi encontrado embaixo do travesseiro de Ezio, porém, ele disse que a arma não era sua e que também não sabia a quem ela pertencia.

A motivação do ‘ataque’ no bar não foi informada.

O caso é investigado pela Polícia Civil.

Outro lado 

Em nota, o comando da Polícia Militar em Sorriso informou que "os dois policiais, ambos soldados, apontados com autores de agressões e de disparos de arma de fogo em um bar da cidade, ferindo uma pessoa com projétil de arma de fogo, uma mulher de 44 anos, foram presos em flagrante pela Polícia Militar e autuados em flagrante pela Polícia Civil. Os dois estão presos na unidade militar local. A Corregedoria da PM foi informada do ocorrido. Além de responder na justiça comum, os dois policiais irão responder processo administrativo no âmbito da Polícia Militar. A vítima passou por cirurgia e está internada, o quadro dela é estável".











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO