alexametrics
05.08.2010 | 22h40


POLÍCIA

PM prende gangue "Loucos do São Matheus" na Capital



Policiais militares prenderam cinco jovens pertencentes à gangue “Os Loucos do São Mateus”, acusados de postar vídeos no Youtube mostrando imagens de objetos roubados, revólveres e drogas, como maconha e cocaína. Parte da gangue, quatro adolescentes e um maior de idade, foi presa ontem à tarde, numa casa do bairro. No local, policiais militares da Base Comunitária do São Mateus apreenderam um revólver calibre 22 com Everton de Souza, de 18 anos.

A gangue é investigada no latrocínio (roubo seguido de morte) que vitimou, no domingo à noite, o caminhoneiro Eustáquio Aparecido, de 60 anos, morto com um tiro na frente da família, num posto de combustível.

Na terça-feira, a gangue ainda teria tentando praticar um roubo contra outro caminhoneiro e, como não obteve sucesso na ação, os integrantes desferiram um disparo de arma de fogo contra o caminhão.

Segundo o capitão PM Mário Luiz Pinheiro de Souza, comandante da Base do São Mateus, essa gangue praticava furtos e assaltos para sustentar o vício. “Além da arma, encontramos resquícios de uso de drogas na casa onde encontramos os integrantes da gangue. Tem mais gente ainda para ser presa”, frisou.

Ele acrescentou que a gangue, composta em sua maioria por adolescentes de 13 a 19 anos, era facilmente identificada pelo uso de sandálias e bonés na cor branca. Outro fator característico dos infratores era usar o Youtube para se vangloriar de seus feitos. “A gangue estava realizando apologia ao crime e à violência utilizando da internet para esse fim”.

Segundo a denúncia recebida ontem à tarde, parte da gangue estava reunida em uma residência na rua 180 do São Matues, onde os integrantes estariam consumindo entorpecentes e praticando tiro ao alvo. Os policiais, então fizeram o cerco no local com dezenas de homens e várias viaturas. “Encontramos três projéteis deflagrados confirmando os tiros”, explicou o oficial da PM.

O fato que chamou a atenção dos policiais foi que, no momento da abordagem, os adolescentes estavam usando as sandálias na cor branca, característica do grupo, e que podem comprovar a veracidade da denúncia.

Com a suspeita da participação no latrocínio do caminhoneiro, a chefe de operações da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (Derrf) de Várzea Grande, policial civil Nice Alegria, informou que vai enviar as fotos para a viúva do caminhoneiro para fazer a identificação. “Ela (a viúva) já nos forneceu as características físicas básicas. Se conferir, vamos enviar as fotos”, informou.

No próprio domingo, PMs prenderam o motociclista Gedimar de Souza Campos, de 23, que estava com um revólver calibre 22, arma submetida a exame de balística.

VÍDEO – Intitulados “Vagabundos e Ladrões do São Matheus VG-MT” e embalados por raps, os vídeos postados no Youtube mostram fotos de jovens, aparentemente menores de idade, expondo armas de diversos calibres, notas de dinheiro, algumas substâncias similares a droga e objetos diversos, como carteiras, bonés, correntes e máquinas fotográficas. Em algumas delas, até garotas aparecem. Na maioria, os rapazes utilizam bonés brancos e se portam como se atuassem em defesa de alguma facção. Nomes também emolduram algumas das fotos postadas.

Apologia ao crime inseja em detenção no período de seis meses a um ano, além do pagamento de multa. A lei que prevê essa pena tornou-se mais rígida desde o ano passado. Antigamente, o crime previa pena de três a seis meses ou multa.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO

Bebe Prime