28.12.2010 | 12h44


POLÍCIA

PM é punido quase 10 anos depois de crime em Roo

PRIMEIRA HORA

O policial militar Evandro Cezar Rodrigues foi excluído da corporação nesta segunda-feira (27.12) pelo comandante-geral da Polícia Militar do Estado, Osmar Lino Farias. A decisão foi decretada no dia 13 de dezembro pelo juiz da Quarta Vara Criminal da Comarca de Rondonópolis, Wladymir Perri.

Rodrigues é acusado de envolvimento na morte do adolescente Nilson Pedro da Silva, durante uma operação mal sucedida da PM, ocorrida em março de 2001, na Vila Jardim em Rondonópolis.

      "O 5º Batalhão da Polícia Militar deverá recolher todos os documentos (carteira funcional) do excluído e de seus dependentes, para então encaminhar a Diretoria de Gestão de Pessoas da PMMT; deverá ainda recolher o fardamento e apetrechos da fazenda pública estadual de posse do ex-soldado Evandro Cezar Rodrigues à Coordenadoria de Apoio Logístico e Patrimônio da PMMT", diz trecho da Portaria 267/2010.

O inquérito policial apontou que Evandro, juntamente com o tenente Dênis Rodrigues, responsável pela operação, e outros dois soldados, Aldair Silva de Macedo e José Porto, falsificaram o boletim de ocorrência. Os PMs alegaram que o adolescente e o jardineiro Ronilson Oliveira Ferreira, que o acompanhava, estavam armados e tinham atirado neles, justificariam os dois disparos contra Nilson.

A versão foi contestada por testemunhas do crime, em depoimento à polícia. Ronilson contou que os dois estavam parados perto à motocicleta dele, quando foram abordados pela guarnição. Os rapazes correram da polícia porque Ronilson não possuía carteira de habilitação, mas o jardineiro foi pego e o adolescente morto a tiros.

O episódio foi gravado por uma equipe de reportagem da TV Cidade Verde, na época afiliada ao SBT. A gravação incriminou o tenente e os policiais, provocando até mesmo a exoneração do então comandante do 5º Batalhão da PM em Rondonópolis, major Catarino Moraes dos Santos.











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

INFORME PUBLICITÁRIO