21.01.2020 | 09h05


POLÍCIA / BANDA PODRE

PM abre processo de expulsão de policiais que atiraram na cabeça de mulher

Decisão foi tomada após a Corregedoria Geral da instituição ter acesso ao vídeo que desmente versão do boletim de ocorrência de que o atiro havia sido de forma acidental.


DA REDAÇÃO

A Corregedoria-Geral da Polícia Militar abriu dois procedimentos para demitir os soldados Ezio Sousa Dias e Weberth Batista Ribeiro, ambos de 30 anos, presos em flagrante por atirar na cabeça e pescoço de uma mulher, no bairro São Domingos, em Sorriso (420 km de Cuiabá).

O crime que ocorreu na última sexta-feira (17) foi gravado por câmeras de segurança da região. As imagens desmentem a versão inicial do boletim e ocorrência de que a vítima caminhava pela rua quando foi atingida de forma ‘acidental’ durante uma briga em um bar.

Em nota, a corregedoria apontou que os procedimentos instaurados estão embasados nas imagens que chegaram ao conhecimento da PM.

Montagem Portal Sorriso

policiais

Soldados Ezio Sousa Dias e Weberth Batista Ribeiro

“Diante da gravidade dos fatos, os procedimentos a serem instaurados deverão ser de natureza demissória fins avaliarem a permanência de ambos nas fileiras da Instituição”, cita trecho da nota.

A corregedoria reforça ainda que os policiais tiveram a prisão em flagrante convertida por preventiva. A instituição destaca também que a detenção dos miliares e apreensão da arma usada foram efetuadas pela Polícia Militar em ação coordenada pelo comandante da unidade local.

“Assim como a entrega deles na Delegacia de Polícia Civil para que pudessem ser autuados em flagrante delito de crime comum. Os dois policiais estavam em horário de folga, não no exercício da atividade policial.”

A mulher de 44 anos está internada no Hospital Regional onde foi submetida a uma cirurgia para retirada de uma bala alojada no pescoço. O quadro dela é estável. Veja o vídeo aqui











COMENTÁRIOS

Preencha o formulário e seja o primeiro a comentar esta notícia

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Repórter MT. Clique aqui para denunciar um comentário.

TV REPÓRTER

Enquete

QUARENTENA

Você é a favor de parar tudo ou só isolar grupo de risco?

Sim, parar tudo é a melhor solução para conter o vírus

Não, parada total é suicídio econômico; será o caos pior que a doença

  • Parcial

INFORME PUBLICITÁRIO